Resolução COEG Nº352 PPC Eng. Eletrica 2015 - FAENG

Comments

Transcription

Resolução COEG Nº352 PPC Eng. Eletrica 2015 - FAENG
RESOLUÇÃO N° 352, DE 1º DE SETEMBRO DE 2014.
O CONSELHO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade
Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições legais, e considerando o contido no
Processo nº 23104.010318/2009-82, resolve:
Art. 1º A alínea “b” do inciso I do art. 2º da Resolução nº 134, de 25 de abril de
2013, que aprovou o Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica da Faculdade de
Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia, passa a vigorar com a seguinte redação: “b)
tempo útil UFMS: 3.944 horas”.
Art. 2º O item 5 Currículo, do referido Projeto Pedagógico, passa a vigorar nos
termos do Anexo desta Resolução.
Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos a
partir de 2015, para todos os acadêmicos matriculados no Curso.
YVELISE MARIA POSSIEDE,
Presidente.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
BS N° 5870
Pg. 22
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
5 CURRÍCULO:
5.1 ESTRUTURA CURRICULAR: (MATRIZ CURRICULAR)
ANO DE IMPLANTAÇÃO: 2015
COMPONENTES CURRICULARES/DISCIPLINAS
1 – NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS
CH
Álgebra Linear
Algoritmos e Programação
Cálculo I
Cálculo II
Cálculo III
Ciências do Ambiente
Desenho Técnico
Desenho Técnico para Engenharia
Equações Diferenciais
Física I
Física II
Física III
Fundamentos da Administração
Fundamentos de Economia
Fundamentos de Fenômenos de Transporte
Introdução a Engenharia Elétrica
Introdução aos Materiais e Instalações Elétricas
Laboratório de Física I
Laboratório de Física II
Legislação, Ética Profissional e Cidadania
Mecânica dos Sólidos
Mecânica Geral
Medidas Elétricas
Metodologia e Redação Científica
Probabilidade e Estatística
Química Geral
Vetores e Geometria Analítica
68
68
85
85
85
34
68
51
51
68
68
68
34
34
51
34
34
34
34
34
51
51
51
34
68
68
68
2 – NÚCLEO DE CONTEÚDOS PROFISSIONALIZANTES
Análise de Sistemas Dinâmicos
Circuitos Digitais I
Circuitos Digitais II
Circuitos Elétricos I
Circuitos Elétricos II
Circuitos Elétricos III
Circuitos Eletromagnéticos
Conversão Eletromecânica de Energia
Eletrônica I
Eletrônica II
Máquinas Assíncronas
Máquinas Síncronas
Métodos Numéricos
Ondas e Antenas
Princípios de Comunicação
68
51
51
68
51
51
68
51
51
51
51
51
68
51
51
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[2]
BS N° 5870
Pg. 23
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Sistemas de Controle
Transformadores
68
51
3 – NÚCLEO DE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS
Acionamentos Eletrônicos de Motores
Análise de Fluxo de Potência
Análise de Sistemas de Potência
Circuitos Eletrônicos Aplicados
Distribuição de Energia Elétrica
Eletrônica de Potência I
Eletrônica de Potência II
Fontes de Energias Renováveis
Geração Distribuída
Gestão Energética
Instalações Elétricas Industriais I
Instalações Elétricas Industriais II
Instalações Elétricas Prediais
Instrumentação Industrial
Microcontroladores
Planejamento de Sistemas Elétricos
Princípios de Automação Industrial
Proteção de Sistemas Elétricos de Potência
Qualidade de Energia Elétrica
Telefonia
Transmissão de Energia Elétrica
51
68
68
34
51
51
51
34
34
34
68
51
68
51
51
51
51
51
34
34
68
4 – NÚCLEO DE ATIVIDADES PRÁTICAS
Atividades Complementares
Estágio Obrigatório
Trabalho de Conclusão de Curso
51
170
34
5 – NÚCLEO DE DISCIPLINAS COMPLEMENTARES OPTATIVAS
Para o acadêmico integralizar o Curso de Engenharia Elétrica/Faeng deverá cursar, no mínimo, 204 horas-aula
de disciplinas complementares optativas do rol elencado abaixo. O acadêmico pode cursar disciplinas em
qualquer unidade da administração setorial (art. 30 da Resolução nº 269/2013-Coeg)
5.1 ELETROTÉCNICA
Introdução à Compatibilidade Eletromagnética
34
Introdução à Teoria de Dinâmica de Sistemas
51
Manutenção Elétrica Industrial
34
Matriz Energética
34
Projetos de Dispositivos Eletromagnéticos
34
Sistemas de Energia Ininterrupta
34
5.2 ELETRÔNICA
Arquitetura de Computadores Digitais
51
Controle Digital
34
Introdução à Robótica
34
Processamento Digital de Sinais I
51
Processamento Digital de Sinais II
51
Projetos de Circuitos Digitais
51
Projetos de Circuitos Integrados
51
Projetos de Microprocessadores
51
5.3 GERAL
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[3]
BS N° 5870
Pg. 24
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Ciência e Tecnologia dos Materiais
Educação das Relações Étnico-Raciais
Eficiência Energética
Engenharia Econômica
Estudo de Libras
Infraestrutura para Redes de Computadores
Inglês Técnico
Inteligência Artificial Aplicada à Engenharia
Máquinas de Fluxo e Aproveitamento Hidroelétrico
Pesquisa Operacional
Projeto Integrador
Segurança do Trabalho
Termodinâmica
Topografia
34
34
34
51
51
34
34
34
34
34
34
34
34
68
CH: Carga horária em hora-aula de 60 minutos.
5.2 QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO:
ANO DE IMPLANTAÇÃO: 2015
1º
Semestre
DISCIPLINAS
P
T
CH
Cálculo I
Legislação, Ética Profissional e
Cidadania
Desenho Técnico
85
85
34
34
68
68
Introdução a Engenharia Elétrica
34
34
Química Geral
34
34
68
Algoritmo e Programação
34
34
68
68
68
Vetores e Geometria Analítica
SUBTOTAL
Pré-Requisito
425
68
Cálculo II
85
85
68
68
Semestre
68
Física I
Desenho Técnico para Engenharia
51
51
2º
Álgebra Linear
Probabilidade e Estatística
68
68
Introdução aos Materiais e Instalações
Elétricas
34
34
Laboratório de Física I
34
Cálculo I
34
Semestre
408
Cálculo III
85
85
Cálculo II
34
51
Álgebra Linear
Ciências do Ambiente
34
34
3º
SUBTOTAL
Desenho Técnico
Física II
68
68
Mecânica Geral
Metodologia e Redação Científica
51
34
51
34
Circuitos Digitais I
17
Física I
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[4]
BS N° 5870
Pg. 25
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Medidas Elétricas
17
34
4º Semestre
SUBTOTAL
51
374
DISCIPLINAS
P
T
CH
Pré-Requisito
Circuitos Elétricos I
17
51
68
Cálculo II
51
51
Cálculo II
51
51
Física II
68
68
Equações Diferenciais
Fundamentos de Fenômenos de
Transporte
Física III
Laboratório de Física II
34
34
Métodos Numéricos
68
68
Mecânica dos Sólidos
51
51
SUBTOTAL
Cálculo III, Álgebra
Linear
Física I
391
34
51
Circuitos Elétricos I
68
68
Física III
34
51
Circuitos Digitais I
51
51
Equações Diferenciais
Semestre
17
Circuitos Eletromagnéticos
5º
Circuitos Elétricos II
Eletrônica I
17
34
51
Circuitos Elétricos I
Análise de Sistemas Dinâmicos
17
51
68
Equações Diferenciais
34
34
Circuitos Digitais I
Circuitos Digitais II
17
Princípios de Comunicação
Telefonia
6º
Semestre
SUBTOTAL
374
Eletrônica II
17
34
51
Sistemas de Controle
17
51
68
Eletrônica de Potência I
17
34
51
Ondas e Antenas
51
51
Instalações Elétricas Prediais
68
68
17
34
51
17
34
51
17
34
51
Transformadores
Conversão Eletromecânica de
Energia
Circuitos Elétricos III
SUBTOTAL
442
Microcontroladores
17
Distribuição de Energia Elétrica
34
51
Circuitos Digitais II
51
51
Circuitos Elétricos II
Eletrônica de Potência I
Instalações Elétricas
Prediais
Circuitos
Eletromagnéticos
Eletrônica de Potência II
17
34
51
Instalações Elétricas Industriais I
17
51
68
Máquinas Assíncronas
17
34
51
7º
Semestre
Eletrônica I
Análise de Sistemas
Dinâmicos
Circuitos Elétricos I
Princípios de
Comunicação
Circuitos Elétricos II
Circuitos
Eletromagnéticos
Circuitos
Eletromagnéticos
Circuitos Elétricos I
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[5]
BS N° 5870
Pg. 26
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Transmissão de Energia Elétrica
68
68
8º
Semestre
SUBTOTAL
340
Instrumentação Industrial
17
34
51
Transmissão de Energia
Elétrica
Instalações Elétricas
Industriais I
Sistemas de Controle
Máquinas Síncronas
17
34
51
Máquinas Assíncronas
34
34
Circuitos Elétricos III
34
34
34
34
Eletrônica II
Transmissão de Energia
Elétrica
Análise de Fluxo de Potência
68
68
Instalações Elétricas Industriais II
51
51
Fontes de Energias Renováveis
Circuitos Eletrônicos Aplicados
0
Geração Distribuída
SUBTOTAL
323
9º
Semestre
Análise de Sistemas de Potência
Princípios de Automação
Industrial
Acionamentos Eletrônicos de
Motores
Qualidade de Energia Elétrica
68
17
34
51
9
42
51
Máquinas Assíncronas
34
34
34
34
51
51
Eletrônica de Potência II
Instalações Elétricas
Industriais I
Transmissão de Energia
Elétrica
Gestão Energética
289
Fundamentos de Economia
Planejamento de Sistemas
Elétricos
Fundamentos da Administração
34
34
51
51
34
34
Trabalho de Conclusão de Curso
34
34
Estágio Obrigatório
170
170
SUBTOTAL
Geração Distribuída
Ter cumprido 80% da
carga horária total do
curso
Ter cumprido 80% da
carga horária total do
curso
323
COMPLEMENTARES OPTATIVAS
204
ATIVIDADES COMPLEMENTARES
51
TOTAL GERAL
* Legenda:
S = Semestre
Transmissão de Energia
Elétrica
Instalações Elétricas
Industriais I
68
Proteção de Sistemas Elétricos de
Potência
SUBTOTAL
10º Semestre
Circuitos Elétricos II
T = Teoria
3944
CH = Carga horária em hora-aula de 60 minutos
P = Prática
5.3 TABELA DE EQUIVALÊNCIA DAS DISCIPLINAS:
EM VIGOR ATÉ 2014
A PARTIR DE 2015
CH
CH
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[6]
BS N° 5870
Pg. 27
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Acionamentos Eletrônicos de Motores
Administração e Organização de Empresas
Álgebra Linear
Análise de Circuitos Elétricos I
Análise de Circuitos Elétricos II
Análise de Fluxo de Potência
Análise de Sistemas de Potência
Sistemas de Comunicação Digital
Atividades Complementares
Cálculo I
Cálculo II
Cálculo III
Ciências do Ambiente
Circuitos Eletromagnéticos
Comunicação e Expressão
Metodologia Científica
Princípios de Automação Industrial
Controle e Automação
Sistemas de Controle
Desenho Técnico e Arquitetônico
Distribuição de Energia Elétrica
Economia
Eletrônica de Potência Básica
Tópicos de Eletrônica de Potência
Eletrônica Digital I
Eletrônica Digital II
Eletrônica I
Eletrônica II
Equações Diferenciais
Estágio Obrigatório
Física I
Física II
Física III
Fundamentos de Fenômenos de Transporte
Informática Aplicada ao Desenho de Projetos I
Instalações Elétricas Industriais I
Instalações Elétricas Industriais II
Introdução a Engenharia Elétrica
Introdução aos Materiais Eletroeletrônicos
Laboratório de Física I
Laboratório de Física II
Máquinas de Fluxo e Aproveitamento
Hidroelétrico
Máquinas Elétricas I
Máquinas Elétricas II
Matérias Jurídicas
Humanidades
Mecânica Geral
Medidas Elétricas
Métodos Numéricos
51
51
68
68
Acionamentos Eletrônicos de Motores
Fundamentos da Administração
Álgebra Linear
Circuitos Elétricos I
Circuitos Elétricos II
85
Circuitos Elétricos III
68 Análise de Fluxo de Potência
68 Análise de Sistemas de Potência
51 sem equivalência
51 Atividades Complementares
102 Cálculo I
102 Cálculo II
102 Cálculo III
34 Ciências do Ambiente
68 Circuitos Eletromagnéticos
68
Metodologia e Redação Científica
34
51 Princípios de Automação Industrial
51 Análise de Sistemas Dinâmicos
51 Sistemas de Controle
68 Desenho Técnico
51 Distribuição de Energia Elétrica
51 Fundamentos de Economia
51 Eletrônica de Potência I
51 Eletrônica de Potência II
51 Circuitos Digitais I
51 Circuitos Digitais II
51 Eletrônica I
51 Eletrônica II
68 Equações Diferenciais
221 Estágio Obrigatório
68 Física I
68 Física II
68 Física III
68 Fundamentos de Fenômenos de Transporte
68 Desenho Técnico para Engenharia
68 Instalações Elétricas Industriais I
51 Instalações Elétricas Industriais II
34 Introdução a Engenharia Elétrica
34 Introdução aos Materiais e Instalações Elétricas
34 Laboratório de Física I
34 Laboratório de Física II
51 Máquinas de Fluxo e Aproveitamento
Hidroelétrico (CO)
Máquinas Assíncronas
85
Conversão Eletromecânica de Energia
68 Máquinas Síncronas
51
Legislação, Ética Profissional e Cidadania
51
68 Mecânica Geral
68 Medidas Elétricas
68 Métodos Numéricos
51
34
68
68
51
51
68
68
-51
85
85
85
34
68
34
51
68
68
68
51
34
51
51
51
51
51
51
51
170
68
68
68
51
51
68
51
34
34
34
34
34
51
51
51
34
51
51
68
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[7]
BS N° 5870
Pg. 28
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Microprocessadores I
Ondas e Antenas
Planejamento de Sistemas Elétricos
Princípios de Comunicação I
Probabilidade e Estatística
Programação de Computadores I
Projetos de Circuitos Eletrônicos
Projetos Elétricos Prediais
Proteção de Sistemas Elétricos de Potência
Qualidade de Energia Elétrica
Química Geral
Telefonia
Trabalho de Conclusão de Curso
Transformadores
Transmissão de Energia Elétrica
Vetores e Geometria Analítica
Instrumentação Industrial
Inteligência Artificial Aplicada à Engenharia
34
51
51
51
68
68
51
68
68
34
102
34
34
51
68
68
34
51
51
Fontes Alternativas de Energia (CO)
Geração Distribuída (CO)
51
Microcontroladores
Ondas e Antenas
Planejamento de Sistemas Elétricos
Princípios de Comunicação
Probabilidade e Estatística
Algoritmo e Programação
Circuitos Eletrônicos Aplicados
Instalações Elétricas Prediais
Proteção de Sistemas Elétricos de Potência
Qualidade de Energia Elétrica
Química Geral
Telefonia
Trabalho de Conclusão de Curso
Transformadores
Transmissão de Energia Elétrica
Vetores e Geometria Analítica
Instrumentação Industrial
Inteligência Artificial Aplicada à Engenharia
(CO)
Fontes de Energias Renováveis
51
51
51
51
68
68
34
68
51
34
68
34
34
51
68
68
51
34
Geração Distribuída
Gestão Energética
Mecânica dos Sólidos
34
34
51
34
CH: Carga horária em hora-aula de 60 minutos.
5.4 LOTAÇÃO DAS DISCIPLINAS:
As disciplinas serão lotadas na Faculdade Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia – Faeng, com exceção:
DISCIPLINAS
LOTAÇÃO
Fundamentos da Administração
CCHS
Fundamentos de Economia
CCHS
Educação das Relações Étnico-Raciais
CCHS
Estudo de Libras
CCHS
Álgebra Linear
INMA
Legislação, Ética Profissional e Cidadania
FADIR
Métodos Numéricos
INMA
Probabilidade e Estatística
INMA
Algoritmo e Programação
FACOM
Cálculo I
INMA
Cálculo II
INMA
Cálculo II
INMA
Metodologia e Redação Científica
CCHS
Equações Diferenciais
INMA
Física I
INFI
Física II
INFI
Física III
INFI
Laboratório de Física I
INFI
Laboratório de Física II
INFI
Mecânica Geral
INFI
Química Geral
INQUI
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[8]
BS N° 5870
Pg. 29
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Vetores e Geometria Analítica
INMA
5.5 EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA
- ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS DE MOTORES: Controle de MCC com conversores eletrônicos de
potência: partida, variação de velocidade, controle de torque. Acionamentos de máquinas CA: partida,
características de variação de velocidade, controle escalar. Introdução ao controle vetorial. Modelagem e
simulação da MCC e da MI utilizando o Simulink/Matlab. Laboratório. Bibliografia Básica: Krishnan, R. Electric
Motor Drives: modeling, analysis and control, Prentice Hall, 2001. Rashid, M. H. Eletrônica de Potência –
Circuitos, dispositivos e aplicações, Makron Books, 1999, (621.317R224 e). Bose, B. K. Modern Power
Electronics and AC Drives, Prentice-Hall PTR, 2001 (ISBN: 0-13-016743-6). Shepherd, W., Hulley, L.N. and
Liang, D.T.W., Power electronics and motor control, 2nd ed., Cambridge University Press, 1995. Murphy, J.M.D.
and Turnbull, Fred G., Power Electronic Control of AC Motors, Pergamon Press, 1988, 524p. Bibliografia
Complementar: Mohan, N., Undeland, T.M. e Robins, W. P., Power Electronics Applications and Design. John
Wiley & Sons Inc., 2nd ed., 1995 (621.317 M697 p.2). Mohan, N., First Course on Power Electronics and Drives.
MNPERE, 2003 (ISBN: 0-9715292-2-1). Dewan, S. B., Slemon, G. R. e Straughem, A. Power Semicondutor
Drives, John Wiley & Sons Inc., 2nd ed. 1995. (621.38153042 D515p).
- ÁLGEBRA LINEAR: Matrizes. Sistemas de Equações Lineares. Espaços Vetoriais. Transformações Lineares.
Espaços com Produto Interno. Diagonalização de Operadores. Bibliografia Básica: BOLDRINI, Jose Luiz.
Álgebra linear. 3. ed. ampl. e rev. São Paulo: Harbra, 1980-1986. ANTON, Howard; RORRES, Chris. Álgebra
linear: com aplicações. 10. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2006-2012. CALLIOLI, Carlos A.; DOMINGUES,
Hygino H.; COSTA, Roberto Celso Fabricio. Álgebra linear e aplicações. 6. ed. reform. São Paulo: Atual, 19902013. Bibliografia Complementar: LEON, Steven J. Álgebra linear com aplicações. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC,
2011-2013. STRANG, Gilbert. Álgebra linear e suas aplicações. São Paulo: Cengage Learning, 2010.
SHOKRANIAN, Salahoddin. Uma introdução a álgebra linear. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2009.
LIPSCHUTZ, Seymour; LIPSON, Marc. Teoria e problemas de álgebra linear. 3. ed. Porto Alegre, RS: Bookman,
2004. STEINBRUCH, Alfredo; WINTERLE, Paulo. Álgebra linear. 2. ed. São Paulo: Pearson, 2004.
- ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO: Variáveis e Tipos de Dados. Estrutura Sequencial. Estrutura Condicional.
Estruturas de Repetição. Variáveis Compostas Homogêneas e Modularização. Bibliografia Básica: CORMEN,
Thomas H. Algoritmos: teoria e prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012. FEOFILOFF, Paulo. Algoritmos em
linguagem C. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. FARRER, Harry. Algoritmos estruturados. 2. ed. Rio de Janeiro:
LTC Ed., 1989-2013. Bibliografia Complementar: DEITEL, Harvey M.; DEITEL, Paul J. C++: como programar.
3. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2001. GUIMARÃES, Ângelo de Moura; LAGES, Newton Alberto de Castilho.
Algoritmos e estruturas de dados. Rio de Janeiro: LTC Ed., 1985-2013. SZWARCFITER, Jayme Luiz;
MARKENZON, Lilian. Estruturas de dados e seus algoritmos. 3. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010-2013.
ASCENCIO, Ana Fernanda Gomes; CAMPOS, Edilene Aparecida Veneruchi de. Fundamentos da programação
de computadores: algoritmos, Pascal, C/C++ (padrao ANSI) e Java. 3. ed. São Paulo: Pearson, 2012-2013.
ZIVIANI, Nivio. Projeto de algoritmos: com implementações em Pascal e C. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo:
Cengage Learning, 2012-2013.
- ANÁLISE DE FLUXO DE POTÊNCIA: Fluxo de potência (Gauss-Seidel, Newton-Raphson). Modelos desacoplados.
Modelo CC. FACTS (motivação, tipos e operação). Controle carga-freqüência. Controle tensão-geração. Despacho
econômico. Introdução ao fluxo de potência ótimo. Estimação de estado. Simulação Computacional. Bibliografia
Básica: Glover, J.D.; Sarma, M.S., Power System Analysis and Design, Thomson, 2002, 3ªEdição. Soman, S.A;
Khaparde, S.A; Pandit, S., Computational Methods for Large Sparse Power Systems Analysis- An Object Oriented
Approach. Kluwer Academic Publishers, 2002. Monticelli, A.J., Fluxo de Carga em Redes de Energia Elétrica. S:
Weedy, B.M. , Electric Power Systems, , John Wiley and Sons. Debs, Atif, Modern Power Systems Control and
Operation, Kluwer academic publishers. Stevenson, W.D. Elementos de Análise de Sistemas de Potência, Mac Graw Hills, 1976.
- ANÁLISE DE SISTEMAS DE POTÊNCIA: Representação do sistema de energia elétrica. Diagramas em pu.
Componentes simétricas. Cálculo de faltas simétricas e assimétricas. Estabilidade em sistemas de potência.
Simulação computacional. Bibliografia Básica: Stevenson, W.D. Elementos de Análise de Sistemas de Potência,
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[9]
BS N° 5870
Pg. 30
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Mac Graw - Hills, 1976. Robba, J.E.Introdução a Sistemas Elétricos de Potência, Edgard Blucher, 1972. Elgerb,
Olle I. Introdução a Teoria de Sistemas de Energia Elétrica, Mc Graw - Hills, 1976. Bibliografia Complementar:
Weedy, B.M. Sistemas Elétricos de Potência, Ed. Universidade de São Paulo, 1973. Kindermann, G. CurtoCircuito, Ed. Sagra-DC Luzzato, RS, 1992. Boylestad, Robert L. Introdução à Análise de Circuitos; 10a. ed.,
Prentice Hall, 2004. Stevenson, W.D. Elementos de Análise de Sistemas de Potência, Mac Graw - Hills, 1976.
- ANÁLISE DE SISTEMAS DINÂMICOS: Introdução ao sistema de controle. Modelagem matemática de
sistemas dinâmicos. Análise de resposta transitória. Ações de controle básicas e controladores automáticos
industriais. Laboratório. Bibliografia Básica: Nise, Norman S., Engenharia de Sistemas de Controle, 5ª Ed., LTC,
2009, (ISBN: 852-161-7046, 978-85-216-170-40). Katsuhiro, Ogata, Engenharia de Controle Moderno, 5ª Ed.,
Pearson Prentice Hall, 2011 (ISBN: 857-605-8103, 978-85-760-581-06). Dorf, R. C.; Bishop, R. H., Sistemas de
Controle Modernos, 11ª Ed., LTC, 2009 (ISBN: 852-161-7143, 978-85-216-171-43). Bibliografia Complementar:
Kuo, B. C., Automatic Control System, 9ª Ed. Ilustrada, Wiley, 2003 (ISBN: 047-004-8964, 978-04-700-489-62).
Katsuhiro, Ogata, Solução de Problemas de Engenharia de Controle com MATLAB, Prentice Hall, 1997 (ISBN:
857-054-0639, 978-85-705-406-38). Lopes, R. A., Sistemas de redes para controle e automação, Ed. Book
Express, 2000.
- ARQUITETURA DE COMPUTADORES DIGITAIS: Introdução. Conjuntos de Instruções. Unidade Central de
Processamento. Técnicas para aumentar o desempenho da CPU. Organização de Memórias: Hierárquica e
Interleaving. Sistema de Entrada e Saída. Interconexão. Bibliografia Básica: William Stallings, "Organização
Estruturada De Computadores", 5a. Ed., Prentice Hall. Miles J. Murdocca E Vincent P. Heuring, "Introdução À
Arquitetura De Computadores", 1a Ed., Editora Campus. Isbn 85-352-0684-1. Andrew S. Tanenbaum,
"Arquitetura E Organização De Computadores", Prentice Hall. Bibliografia Complementar: Patterson And
Henessy. “Computer Architecture A Quantitative Approach”. Kauffman. Patterson And Henessy. Kauffman.
“Computer Architecture And Organization”. Kauffman . H. Saltzer, D.P. Reed And D.D. Clark. End To End
Arguments. M.I.T. Laboratory For Computer Science. Www.Top500.Org.
- ATIVIDADES COMPLEMENTARES: Atividades extraclasse consideradas relevantes para a formação do
acadêmico, cujo cumprimento deve ser feito de acordo com o regulamento específico. Bibliografias Básica e
Complementar: Por ser uma disciplina composta de várias atividades, com conteúdo programático diversificado
não ha indicação de bibliografia. O aluno deverá consultar a bibliografia das disciplinas teóricas pertinentes à área
da atividade escolhida.
- CÁLCULO I: Funções de uma variável real. Limite e continuidade. Derivadas e aplicações. Integrais indefinidas.
Bibliografia Básica: ANTON, H.; BIVENS, I.; DAVIS, S. Cálculo: volume I. 8. ed. Porto Alegre, RS: Bookman,
2007-2009. FLEMMING, D. M.; GONÇALVES, M. B. Cálculo A: funções, limite, derivação e integração. 6. ed.
rev. e ampl. São Paulo: Prentice Hall, 2007-2012. ÁVILA, G. S. S.; Cálculo das funções de uma variável real. Rio
de Janeiro. LTC Editora, 2003. Bibliografia Complementar: AYRES, F.; MENDELSON, E. Cálculo. 5. ed. Porto
Alegre, RS: Bookman, 2013. MORETTIN, P. A.; HAZZAN, S.; BUSSAB, W. O. Cálculo: funções de uma e
várias variáveis. São Paulo: Saraiva, 2006. GUIDORIZZI, L. H.; Um curso de cálculo, volume 1. Rio de Janeiro.
LTC Editora, 2001. STEWART, J. Cálculo, volume 1. São Paulo. Pioneira Thomson Learning, 2003. THOMAS.
J. Cálculo, volume 1. São Paulo. Pearson Education do Brasil, 2012.
- CÁLCULO II: Integrais definidas de funções de uma variável real e aplicações. Integrais impróprias. Sequências
e séries. Funções vetoriais. Funções de várias variáveis reais. Diferenciabilidade. Máximos e mínimos de funções
de duas variáveis reais. Bibliografia Básica: ÁVILA, G. Cálculo das funções de múltiplas variáveis: volume 3. 7.
ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2006-2008. PINTO, D.; MORGADO, M. C. F.; Cálculo diferencial e integral de
funções de várias variáveis. Ed. UFRJ, 1999. GUIDORIZZI, H. L. Um curso de cálculo, vol. 2. 5. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2001-2013. Bibliografia Complementar: AYRES, F.; MENDELSON, E. Cálculo. 5. ed. Porto
Alegre, RS: Bookman, 2013. MORETTIN, P. A.; HAZZAN, S.; BUSSAB, W. O. Cálculo: funções de uma e
várias variáveis. São Paulo: Saraiva, 2006. STEWART, J. Cálculo, volume 2. São Paulo. Pioneira Thomson
Learning, 2003. THOMAS. J. Cálculo, volume 2. São Paulo. Pearson Education do Brasil, 2012. GONÇALVES,
M. B.; FLEMMING, D. M. Cálculo B: funções de várias variáveis integrais duplas e triplas. São Paulo: Makron
Books, 2005.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[10]
BS N° 5870
Pg. 31
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- CÁLCULO III: Integrais duplas e triplas. Integral de linha. Integral de superfície. Equações Diferenciais
Ordinárias. Bibliografia Básica: GUIDORIZZI, H. L. Um curso de cálculo, vol. 3. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed.,
2002-2013. BOYCE, W. E.; DIPRIMA, R. C. Equações diferenciais elementares e problemas de valores de
contorno. 9. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2010-2013. PINTO, D.; MORGADO, M. C. F. Cálculo diferencial e
integral de funções de várias variáveis. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 1999. Bibliografia Complementar: STEWART,
J. Cálculo, volume 2. São Paulo. Pioneira Thomson Learning, 2003. THOMAS. J. Cálculo, volume 2. São Paulo.
Pearson Education do Brasil, 2012. KREYSZIG, E. Matemática superior para engenharia, volume 3. 9. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2009. GONÇALVES, M. B.; FLEMMING, D. M. Cálculo B: funções de várias variáveis integrais
duplas e triplas. São Paulo: Makron Books, 2005. ÁVILA, G. Cálculo das funções de múltiplas variáveis: volume
3. 7. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2006-2008.
- CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS: Introdução à Ciência e Tecnologia dos Materiais. Estruturas
dos materiais. Estrutura e propriedades dos materiais metálicos. Estrutura e propriedades dos materiais
poliméricos. Estrutura e propriedades dos materiais cerâmicos. Estrutura e propriedades dos materiais compósitos.
Propriedades térmicas e ópticas dos materiais. Novos materiais. Bibliografia Básica: CALLISTER Jr, W. D.
Fundamentos da ciência e engenharia de materiais: uma introdução. Trad. Sergio Murilo Stamile Soares. Rio de
Janeiro:LTC. 2008. SHACKELFORD, James F. Ciência dos materiais. 6. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall,
2008-2011. VAN VLACK, Lawrence H. Princípios de ciências dos materiais. São Paulo: Blücher, 1973-2012.
Bibliografia Complementar: ASKELAND, D. R. Ciência e engenharia dos materiais. São Paulo: Ed. Editora
Cengage Learning, 2008. CALLISTER, W. D. Fundamentos da ciência e engenharia dos materiais: uma
abordagem integrada. 2 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006. ISAIA, Geraldo Cechella. Materiais de construção civil e
princípios de ciência e engenharia de materiais, v. 1. São Paulo: IBRACON, 2007. NEWELL, J. Fundamentos da
moderna engenharia e ciência dos materiais. Rio de Janeiro: LTC, 2010. SMITH, W. F. Princípios de ciência e
engenharia de materiais. 2ª ed. Lisboa: MCGraw Hill, 2006.
- CIÊNCIAS DO AMBIENTE: Conceitos e definições relacionados ao meio ambiente. Desenvolvimento e
sustentabilidade. Produção e consumo sustentáveis. Causas da degradação ambiental. A produção de bens e
serviços e os impactos ambientais. Resíduos. Responsabilidade socioambiental das empresas. Legislação
ambiental. Bibliografia Básica: BARBIERI, Jose Carlos. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e
instrumentos. 2. ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2007-2011. TACHIZAWA, Takeshy; ANDRADE, Rui
Otavio Bernardes de. Gestão socioambiental. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. TACHIZAWA, Takeshy. Gestão
ambiental e responsabilidade social corporativa: estratégias de negócios focadas na realidade brasileira. 5. ed. rev.
e ampl. São Paulo: Atlas, 2008. PORTILHO, Fatima. Sustentabilidade ambiental, consumo e cidadania. 2. ed. São
Paulo: Cortez, 2012. Bibliografia Complementar: BELLEN, Hans Michael van. Indicadores de sustentabilidade:
uma análise comparativa. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV Ed., 2006-2013. PHILIPPI JUNIOR, A; PELICIONI, M C
F. UNIVERSIDADE DE SAO PAULO Núcleo de Informações em Saúde Ambiental. Educação ambiental e
sustentabilidade. Barueri: Manole, São Paulo: USP, 2005-2011. SEIFFERT, Mari Elizabete Bernardini. Mercado
de carbono e protocolo de Quioto: oportunidades de negócio na busca da sustentabilidade. São Paulo: Atlas, 2009.
NASCIMENTO, Luis Felipe Machado do. Gestão ambiental e a sustentabilidade. Campo Grande, MS: Ed. UFMS,
2009.
- CIRCUITOS DIGITAIS I: Sistemas de numeração, bytes, detecção de erros. Operações lógicas, álgebra de Boole,
teoremas De Morgan, descrição de circuitos lógicos. Circuitos lógicos combinacionais, produto de somas e soma
de produtos, mapa de Karnaugh. Latch usando portas nand e nor. Flip-flops SR, JK, e D. Aplicações de flip-flops,
registradores de deslocamento. Adição binária, representação de números com sinal, subtração binária.
Laboratório. Bibliografia Básica: Tocci, Ronald J., Sistemas Digitais, 11ª. Ed. Pearson, São Paulo, 2011. 004.16
T631s.11 Costa, Cesar da. Projetos de Circuitos Digitais com FPGA. Ed. Érica 2009. Lourenço, Antonio Carlos
de. Circuitos Digitais – Estude e Use. Ed. Érica, 9ª ed, São Paulo, 2011. ISBN-10: 8571943206. Bibliografia
Complementar: Breeding, Kenneth J. Digital design fundamentals. Englewood Cliffs, 2nd. ed., 1992. 621.3811
B832d2. Taub, Herbert. Circuitos digitais e microprocessadores. Ed. Mc Graw Hill do Brasil, 1984. 621.38153
T222c. Floyd, Thomas L., Sistemas digitais: fundamentos e aplicações, 9ª ed., Bookman, 2007.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[11]
BS N° 5870
Pg. 32
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- CIRCUITOS DIGITAIS II: Contadores assíncronos e síncronos, crescentes e decrescentes. Projetos de
contadores síncronos, projetos de registradores, circuitos integrados de registradores. Máquinas de estado.
Tecnologia TTL, MOS e CMOS. Saídas coletor aberto. Saídas terceiro estado. Interface lógica. Codificadores e
decodificadores, multiplexadores e demultiplexadores, comparadores de magnitude. Conversão digital-analógica.
Conversão analógico-digital. Memórias ROM, memória RAM estática, memória RAM dinâmica, outros tipos de
memória. Bibliografia Básica:Tocci, Ronald J., Sistemas Digitais, 11ª. Ed. Pearson, São Paulo, 2011. 004.16
T631s.11Costa, Cesar da. Projetos de Circuitos Digitais com FPGA. Ed. Érica 2009. Nelson, Victor P., Nagle,
Irwin, J. Digital Circuit Analysis and Design. Prentice Hall, 2000. Bibliografia Complementar: Breeding, Kenneth
J. Digital design Fundamentals. Englewood Cliffs, 2nd. ed., 1992. Taub, Herbert. Circuitos digitais e
microprocessadores. Ed. Mc Graw Hill do Brasil, 1984. Lourenço, Antonio Carlos de. Circuitos Digitais – Estude
e Use. Ed. Érica, 9ª ed, São Paulo, 2011. ISBN-10: 8571943206.
- CIRCUITOS ELÉTRICOS I: Conceitos Básicos: unidades, grandezas, elementos de circuitos (resistência
capacitância e indutância). Fontes de tensão e de corrente independentes e dependentes. Circuitos Resistivos.
Métodos de Análise de Circuitos em Corrente Contínua. Análise Transitória RL, RC, RLC em Corrente Contínua.
Métodos matriciais e teoremas de resolução de Circuitos Elétricos em Corrente Contínua. Fundamentos de
corrente alternada: números complexos, diagramas fasoriais, valor eficaz; circuitos série e paralelo em regime
permanente; impedâncias ligadas em estrela e triângulo. Simulações Computacionais. Laboratório. Bibliografia
Básica: Boylestad, Robert L., Introdução à análise de circuitos, 1ª ed. São Paulo, Prentice Hall, 2004. Edminister,
Joseph A., Circuitos Elétricos, 9ª ed. São Paulo, Mc Graw-Hill, 1978. Cruz, Eduardo, Eletricidade aplicada em
Corrente Contínua, 1ª Ed. São Paulo, Éri-ka, 2006. Bibliografia Complementar: Albuquerque, Rômulo Oliveira.
Análise de Circuitos em Correntes Contínua. 15. ed. São Paulo: Érica, 2002. Lourenço, Antonio Carlos de; Cruz,
Eduardo César Alves; Choueri Júnior, Salomão. Circuitos em Corrente Contínua. 5. ed. São Paulo: Érica, 2002.
Quevedo, Carlos Peres. Circuitos Elétricos e Eletrônicos. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2000.
- CIRCUITOS ELÉTRICOS II: Potência Monofásica e Fator de Potência. Teorema de Máxima Transferência de
Potência. Potência trifásica: simétricas e assimétricas. Análise de Circuitos utilizando quadripolos. Laboratório.
Bibliografia Básica: Johnson, David E., Hilburn, John L. e Johnson, Johnny R. Fundamentos de Análise de
Circuitos Elétricos; 4a. ed., P.H.B., 1994. Nilsson, James W. and RIEDEL, Susan A. Circuitos Elétricos.; 6a ed.,
Addison-Wesley Publishing Company, 2003. Irwin, J. David; Basic Engineering Circuit Analysis. 4th ed.,
Macmillan Publishing Company, 1990. Bibliografia Complementar: Mariotto, Paulo Antonio. Análise de
Circuitos Elétricos. São Paulo: Prentice Hall, 2003. Orsini, Luiz de Queiroz. Curso de Circuitos Elétricos. vol 2; 2ª
ed., Edgard Blucher, SP, 2004. Boylestad, Robert L. Introdução à Análise de Circuitos; 10a. ed., Prentice Hall,
2004.
- CIRCUITOS ELÉTRICOS III: Circuitos magneticamente acoplados. Resposta em frequência: circuitos
ressonantes e filtros. Projetos de Filtros. Aplicação de Transformadas de Laplace em análise de circuitos. Análise
de Formas de onda com Séries de Fourier (Harmônicas). Simulações Computacionais. Bibliografia Básica:
Johnson, David E., Hilburn, John L. e Johnson, Johnny R. Fundamentos de Análise de Circuitos Elétricos; 4a. ed.,
P.H.B., 1994. Nilsson, James W. and RIEDEL, Susan A. Circuitos Elétricos.; 6a ed., Addison-Wesley Publishing
Company, 2003. Irwin, J. David; Basic Engineering Circuit Analysis. 4th ed., Macmillan Publishing Company,
1990. Bibliografia Complementar: Mariotto, Paulo Antonio. Análise de Circuitos Elétricos. São Paulo: Prentice
Hall, 2003. Orsini, Luiz de Queiroz. Curso de Circuitos Elétricos. vol 2; 2ª ed., Edgard Blucher, SP, 2004.
Boylestad, Robert L. Introdução à Análise de Circuitos; 10a. ed., Prentice Hall, 2004.
- CIRCUITOS ELETROMAGNÉTICOS: Análise vetorial. Equações de Maxwell. Eletrostática. Magnetostática.
Magneto dinâmica. Bibliografia Básica: Bastos, J.P.A., Eletromagnetismo e Cálculo de Campos, 2ª Ed. Editora da
UFSC, 1992, Florianópolis.Hayt, W.H.J., Eletromagnetismo, 3ª ed. Rio de Janeiro, Livros Técnicos e Científicos,
1989-1993. Quevedo, C. P. Eletromagnetismo, Ed. Loyola. Bibliografia Complementar: Kraus, J. D. e Carver, K.R.,
Eletromagnetismo, Rio de Janeiro, Editora Guanabara Dois, 1978. Oliveira, J. C. JR. Cogo, “Transformadores:
teoria e ensaios”, São Paulo: Edgar Blucher, 1984. Kosow, I., “Máquinas elétricas e transformadores”, São Paulo:
Globo, 2005.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[12]
BS N° 5870
Pg. 33
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- CIRCUITOS ELETRÔNICOS APLICADOS: Dispositivos semicondutores: diodos, transistores BJT e FET.
Circuitos com amplificadores operacionais. Realimentação. Osciladores. Sensores: características e
condicionamento de seus sinais. Circuitos integrados. Utilização de software de projetos de circuitos integrados.
Bibliografia Básica: Boylestad, Robert L. e Nashelsky Louis. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos, 11a
Ed., Prentice-Hall do Brasil, 2013. Boylestad, Robert L., Introdução à Análise de Circuitos, 12a Ed., Prentice-Hall
do Brasil, 2011. Martins, Jorge Alberto. Física e modelos de componentes bipolares, Editora da Unicamp, 1999.
Bibliografia Complementar: Millman, J.,Halkias, Christos C., Eletrônica, 2ª ed. Vols. 1 e 2, MacGraw Hill S.
Paulo 1981. Nilsson, James W. e Riedel, Susan A., Circuitos Elétricos, 8ª Ed, Prentice Hall, 2009. Millman,
J.,Halkias, Grabel, Arvin, Microelectronica, McGraw-Hill Portugal, 1992.
- CONTROLE DIGITAL: Introdução ao controle de sistemas em tempo discreto. Amostragem e reconstrução de sinais.
Transformada Z. Função de transferência em tempo discreto. Métodos de projeto de controladores em tempo discreto.
Controladores PID digital. Espaço de estados: Controlabilidade, Observabilidade. Bibliografia Básica: Franklin, G.F.;
Powell, J.D. e Emami-Naeini, Abbas. Sistemas de Controle para Engenharia, 6ª Ed., Porto Alegre: Bookman, 2013.
Nise, Norman S., Engenharia de Sistemas de Controle, 5ª Ed., LTC, 2009. Lathi, B. P.; Sinais e Sistemas Lineares. 2ª
Ed., São Paulo: Bookman, 2007. Bibliografia Complementar: Katsuhiro, Ogata, Engenharia de Controle Moderno, 5ª
Ed., Pearson Prentice Hall, 2011. Dorf, R. C.; Bishop, R. H., Sistemas de Controle Modernos, 11ª Ed., LTC, 2009.
Martins de Carvalho, J. L. - Sistemas de Controle Automático. Rio de Janeiro: LTC, 2000.
- CONVERSÃO ELETROMECÂNICA DE ENERGIA: Fundamentos de eletromagnetismo: indução magnética,
Lei de Faraday, Lei de Lenz, força magnetomotriz. Generalidades sobre circuitos magnéticos e materiais
magnéticos. Princípios de conversão eletromecânica de energia. Introdução às máquinas elétricas rotativas.
Conceitos básicos de máquinas de corrente contínua. Tipos e características de máquinas de corrente contínua.
Métodos de partida e controle de velocidade de motores de corrente contínua. Laboratório. Bibliografia Básica:
UMANS, Stephen. D. - Máquinas Elétricas de Fitzgerald e Kingsley (Tradução de Fitzgerald & Kingsley's
Electric Machinery - 7th edition, 2013, por Anatólio Laschuk) 7ª Edição. McGraw-Hill. 2014. ISBN:
9788580553734. CHAPMAN, S. J. Fundamentos de Máquinas Elétricas. 5ª Edição. Porto Alegre: Grupo A /
McGraw-Hill. 2013. ISBN: 9788580552065. DEL TORO, Vincent - Fundamentos de Máquinas Elétricas. Rio de
Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, c1999, Tradução de: Basic electric machines. Bibliografia Complementar:
SEN, Paresh C. - Principles of Electric Machines and Power Electronics. 2nd. ed., New York: Wiley, 1997.
FITZGERALD, A. E., KINGSLEY JR., C., KUSKO, A. - Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill, 1975.
KOSOW, Irving. L. - Máquinas Elétricas Transformadores, 9.ed. - São Paulo: Globo. 1993. FALCONE, Aurio
Gilberto - Eletromecânica, volumes 1 e 2. São Paulo: Ed. Edgard Blucher Ltda, 1979-1985. NASAR, Syed A. Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill (Coleção Schaum). 1984. SIMONE, Gilio A. - Máquinas de
Corrente Contínua – teoria e exercícios. São Paulo: Érica, 2000. MARTIGNONI, Alfonso - Máquinas de Corrente
Alternada – 5.ed. – Rio de Janeiro: Globo, 1987.
- DESENHO TÉCNICO PARA ENGENHARIA: Desenho topográfico. Desenho de estruturas de madeiras,
metálicas e de concreto. Desenho de instalações hidrossanitárias. Desenho de instalações elétricas. Desenho
auxiliado por computador aplicado à engenharia. Representação gráfica de projetos utilizando CAD. Bibliografia
Básica: FRENCH, Thomas Ewing; VIERCK, Charles J. Desenho técnico e tecnologia gráfica. 8. ed. São Paulo:
Globo, 2005-2013. SILVA, Arlindo. Desenho técnico moderno. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006-2013. LIMA,
Cláudia Campos Netto Alves de. Estudo dirigido de AutoCAD 2013: para Windows. São Paulo: Érica, 2013.
Bibliografia Complementar: MAGUIRE, D. E. Desenho técnico: problemas e soluções gerais do desenho. São
Paulo: Hemus, c2004. MARMO, Carlos. Curso de desenho. São Paulo: Moderna, 1966-1981. CUNHA, Luis
Veiga da. Desenho técnico. 13. ed. rev. e atual. Lisboa, PT: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004. ABNT. NBR
7191: execução de desenhos para obras de concreto simples ou armado. Rio de Janeiro, 1982. ABNT. NBR 14611:
desenho técnico - representação simplificada em estruturas metálicas. Rio de Janeiro, 2000. ABNT. NBR 6492:
representação de projetos de arquitetura. Rio de Janeiro, 1994. ABNT. NBR 5444: símbolos gráficos para
instalações elétricas prediais. Rio de Janeiro, 1989.
- DESENHO TÉCNICO: Meios de expressão, convenções e normas utilizadas na representação de desenho
técnico e de projetos de engenharia. Desenho à mão livre, instrumentos, meios e materiais utilizados. Teoria das
projeções. Projeções ortográficas principais, auxiliares e seccionais. Perspectivas cavaleira e isométrica. Escalas.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[13]
BS N° 5870
Pg. 34
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Cotagem. Desenho Arquitetônico. Bibliografia Básica: MONTENEGR O, G. A. Desenho Arquitetônico. Editora
Edgard Blücher, São Paulo, 1978-2012. FRENCH, Thomas Ewing; VIERCK, Charles J. Desenho técnico e
tecnologia gráfica. 8. ed. São Paulo: Globo, 2005-2013. SILVA, Arlindo. Desenho técnico moderno. 4. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2006-2013. Bibliografia Complementar: MAGUIRE, D. E. Desenho técnico: problemas e soluções
gerais do desenho. São Paulo: Hemus, c2004. MARMO, Carlos. Curso de desenho. São Paulo: Moderna, 19661981. CUNHA, Luis Veiga da. Desenho técnico. 13. ed. rev. e atual. Lisboa, PT: Fundação Calouste Gulbenkian,
2004.
- DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: Estudo das cargas: conceito, classificação e curvas de carga. Proteção
de redes aéreas de distribuição. Tipos de faltas. Equipamentos de proteção contra sobre corrente. Critérios para aplicação
e localização de equipamentos de proteção. Critérios para seleção de equipamentos de proteção. Proteção contra sobre
tensão. Coordenação de isolamento. Nível básico de impulso. Isoladores. Para-raios. Classificação das interrupções.
Índices operativos relativos à continuidade (DEC, FEC, DIC, FIC, DMIC). Controle de tensão (capacitores, reatores,
LTC). Distribuição primária e secundária. Projeto de redes de distribuição urbana. Projetos de redes de distribuição rural.
Bibliografia Básica: Garcia, A. Introdução a Sistemas de Energia Elétrica. Editora da Unicamp, 1999.
Equipamentos Elétricos. Furnas, 1985. Eletrobrás. Coleção Distribuição de Energia Elétrica, Vol. 1 a 7. Eletrobrás.
Enersul. Normas Enersul — Rede Distribuição Urbana e Rural. Bibliografia Complementar: IEE. Revistas IEE
Power Engineering Society Electrical Transmission and Distribuition Reference Book — Edited by Westinghouse
Electric Corporation. Glover, J.D. Sarma. Power System Analysis and Design. Thomson Learning, 2002.
Distrihution-System Protection Manual, McGraw-Hill Power Systems Division.
- EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS: A superação do etnocentrismo europeu. Ensino de história e
multiculturalismo. Conceitos fundamentais: raça, etnia e preconceito. Intelectuais, raça, sub-raça e mestiçagem. O mito
da democracia racial e a ideologia do branqueamento. A legislação brasileira e o direito de igualdade racial. A sociedade
civil e a luta pelo fim da discriminação de raça e cor. Os efeitos das ações afirmativas. Bibliografia Básica:
CASHMORE, Ellis. Dicionário de relações étnicas e raciais. 2ª.ed. São Paulo: Selo Negro, 2.000. DAVIES,
Darien J. Afro-brasileiros hoje. São Paulo: Selo Negro, 2000. Dossiê racismo. Novos Estudos Cebrap. São Paulo,
43, novembro de 1995, p. 8-63. GRAHAM, Sandra Lauderdale. Caetana diz não: histórias de mulheres na
sociedade escravista brasileira. Tradução Pedro Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 2005. Bibliografia
Complementar: CARNEIRO, Sueli. Racismo, sexismo e desigualdade no Brasil. São Paulo: Selo Negro, 2011.DA
MATTA, Roberto. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Petrópolis: Vozes, 1981. HUNTLEY,
Lynn; GUIMARÃES, Antonio Sergio (orgs). Tirando a máscara: ensaios sobre o racismo no Brasil. São Paulo:
Paz e Terra, 2000.
- EFICIÊNCIA ENERGÉTICA: Análise e Escolha de Tensão. Curto-Circuito. Proteção dos Circuitos. Surtos de
Tensão em Redes Industriais. Subestações. Instalações Elétricas em Centros de Processamento de Dados. Correção do
Fator de Potência. Economia de Energia Elétrica nas Indústrias e no Comércio. Ampliação e Modernização de
Instalações Existentes. Bibliografia Básica: Beeman, D. Industrial Pomer Systems Hondbook. New York, MC
Graw-Hill 1995.Cotrin, A. MB. Instalações Elétricas MC Graw-Hill São Paulo 1982.Fink, D.G. & Canol, J.M.,
Standard Handbook for Eletrical Enginers. MC Graw-Hill, 1969, 170p.Niskier, J. & Macintyre A.J. Instalações
Elétricas, Ed. LTC, Rio de Janeiro, 1996. 532p. Bibliografia Complementar: Mamede Filho; S. Instalações Elétricas
Industriais LTC, Rio de Janeiro, 1997. 656 p.Instalações Elétricas de Baixa Tensão Procedimento NBR 5410.
Piedade Júnior, C. Eletrificação Rural, Livraria Nobel S.A. São Paulo, 1983, 280p.
- ELETRÔNICA DE POTÊNCIA I: Semicondutores de potência. Circuitos com diodo. Retificadores monofásicos
e polifásicos não controlados. Retificadores monofásicos e polifásicos: controlados e semicontrolados.
Conversores de CA-CA. Laboratório. Bibliografia Básica: Rashid, Muhammad H. Eletrônica de potência:
circuitos, dispositivos e aplicações. Sao Paulo: Makron Books do Brasil, 1999. Ahmed, ASHFAQ. Eletrônica de
potência. Ashfaq Ahmed. São Paulo, Prentice-Hall, 2000-2006. Mohan, Ned; Undeland, Tore M.; Robbins,
Williams P. Power electronics: converters, applications, and design. 2nd. Ed. New York: Wiley, 1995. Erickson,
R. W.: Fundamentals of Power Electronics, 2nd edition, Kluwer Academic Publishers, 2001.Kassakian, J. G.;
Schlecht, M. F.; Verghese, G. C.: Principles of Power Electronics, Addison-Wesley, 1991. Bibliografia
Complementar: Dewan, S. B.; Straughn, A.: Power Semiconductor Circuits, Wiley, 1974.Lander, Cyril W.
Eletrônica industrial: teoria e aplicações. 2.ed. São Paulo: McGraw-Hill, c1997.Almeida, José‚ Luiz Antunes de.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[14]
BS N° 5870
Pg. 35
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Dispositivos semicondutores: Tiristores: controle de potência em CC e CA. José‚ Luiz Antunes de Almeida. 8ª ed.
SP, Érica, 2003.Boylestad, Robert L. Introdução à Análise de Circuitos; 10ª ed. Prentice Hall, 2004.
- ELETRÔNICA DE POTÊNCIA II: Conversores CC/CC não isolados: Buck, Boost, Buck-Boost. Conversores
CC/CC isolados (Forward, Flyback), circuitos de acionamento e controle de conversores CC-CC. Conversores
CC/CA (Inversores): Inversores de tensão e corrente, monofásicos e trifásicos. Técnicas de modulação para
acionamento de inversores. Laboratório. Bibliografia Básica: Rashid, Muhammad H. Eletrônica de potência:
circuitos, dispositivos e aplicações. Sao Paulo: Makron Books do Brasil, 1999. Ahmed, ASHFAQ. Eletrônica de
potência. Ashfaq Ahmed. São Paulo, Prentice-Hall, 2000-2006. Mohan, Ned; Undeland, Tore M.; Robbins,
Williams P. Power electronics: converters, applications, and design. 2nd. Ed. New York: Wiley, 1995. Erickson,
R. W.: Fundamentals of Power Electronics, 2nd edition, Kluwer Academic Publishers, 2001.Kassakian, J. G.;
Schlecht, M. F.; Verghese, G. C.: Principles of Power Electronics, Addison-Wesley, 1991. Bibliografia
Complementar: Dewan, S. B.; Straughn, A.: Power Semiconductor Circuits, Wiley, 1974.Lander, Cyril W.
Eletrônica industrial: teoria e aplicações. 2.ed. São Paulo: McGraw-Hill, c1997. Almeida, José‚ Luiz Antunes de.
Dispositivos semicondutores: Tiristores: controle de potência em CC e CA. José‚ Luiz Antunes de Almeida. 8ª ed.
SP, Érica, 2003. Boylestad, Robert L. Introdução à Análise de Circuitos; 10ª ed. Prentice Hall, 2004.
- ELETRÔNICA I: Semicondutores. Circuitos com diodos semicondutores. Diodo de sinal, diodo zener.
Transistores BJT e FET. Modelos de transistores BJT e CMOS. Amplificadores e fontes de alimentação. Circuitos
limitadores e circuitos ceifadores. Laboratório. Bibliografia Básica: Boylestad, Robert L. e Nashelsky Louis.
Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos, 11a Ed., Prentice-Hall do Brasil, 2013. Boylestad, Robert L.,
Introdução à Análise de Circuitos, 12a Ed., Prentice-Hall do Brasil, 2011. Martins, Jorge Alberto. Física e modelos
de componentes bipolares, Editora da Unicamp, 1999. Bibliografia Complementar: Millman, J.,Halkias, Christos
C., Eletrônica, 2ª ed. Vols. 1 e 2, MacGraw Hill S. Paulo 1981. Nilsson, James W. e Riedel, Susan A., Circuitos
Elétricos, 8ª Ed, Prentice Hall, 2009. Millman, J.,Halkias, Grabel, Arvin, Microelectronica, McGraw-Hill
Portugal, 1992.
- ELETRÔNICA II: Projeto de amplificadores com BJT e FET. Resposta em frequência de amplificadores.
Realimentação. Estrutura dos amplificadores operacionais. Circuitos lineares e não-lineares. Circuitos com
amplificadores operacionais. Laboratório. Bibliografia Básica: Boylestad, Robert L. e Nashelsky Louis.
Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos, 11a Ed., Prentice-Hall do Brasil, 2013. Boylestad, Robert L.,
Introdução à Análise de Circuitos, 12a Ed., Prentice-Hall do Brasil, 2011. Martins, Jorge Alberto. Física e
modelos de componentes bipolares, Editora da Unicamp, 1999. Bibliografia Complementar: Millman, J.,Halkias,
Christos C., Eletrônica, 2ª ed. Vols. 1 e 2, MacGraw Hill S. Paulo 1981. Nilsson, James W. e Riedel, Susan A.,
Circuitos Elétricos, 8ª Ed, Prentice Hall, 2009. Millman, J.,Halkias, Grabel, Arvin, Microelectronica, McGrawHill Portugal, 1992.
- ENGENHARIA ECONÔMICA: Noções básicas de matemática financeira. Introdução. Equivalência. Fórmulas
de juros. Comparação entre alternativas de investimentos. Extensões. Bibliografia Básica: Samanez, Carlos
Patricio. Engenharia Econômica. Pearson Prentice Hall, 2009. Fundamentos de Administração Financeira.
Alexandre Assaf neto e Fabiano Fuasti Lima, 1ª edição 2010 Editora Atlas. ISBN 978-85-224-5784-7. Ademir
clemente e Alceu Souza.Decisões Financeiras e Análise de Investimentos. 6ª edição 2008 editora atlas. SBN97885-224-5037-4. Bibliografia Complementar: Fundamentos e Técnicas de Administração Financeira. Roberto
Braga 1ª edição 1989. Editora Atlas. ISBN 978-85-224-0422-3. Brunstein, Israel. Economia de Empresas. São
Paulo. Ed. Atlas, 2005. Administração financeira" (corporate finance). Eeffrey F. Jaffe, Randolph W. Westerfield
e Stephen A. Ross. 2ª edição 2002 editora atlas isbn 978-85-224-2942-4.
- EQUAÇÕES DIFERENCIAIS: Transformada de Laplace. Solução de equações diferenciais por série de
potências. Séries de Fourier. Integral e transformada de Fourier. Equações diferenciais parciais. Bibliografia
Básica: BOYCE, W. E; DIPRIMA, R. C. Equações diferenciais elementares e problemas de valores de contorno.
9. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2010. 607 p. ISBN 978-85-216-1756-3. KREYSZIG, E. Matemática superior. 2.
ed. São Paulo: LTC Ed., 1983-1985. 320 p. ISBN 85-216-0180-8. FIGUEIREDO, D. G. Análise de Fourier e
equações diferenciais parciais. 4. ed. Rio de Janeiro: IMPA, c2007. 274 p. (Projeto Euclides) ISBN 978-85-2440120-6. Bibliografia Complementar: BASSANEZI, R. C.; FERREIRA JR., W. C. Equações Diferenciais com
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[15]
BS N° 5870
Pg. 36
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Aplicações. São Paulo: Editora Harbra, 1988. FIGUEIREDO, D. G.; NEVES, A. F. Equações Diferenciais
Aplicadas. Rio de Janeiro: Coleção Matemática Universitária – IMPA, 2002. STEWART, J. Cálculo, volume 2. 5.
ed. São Paulo: Thomson, 2006. 1164 p. ISBN 85-211-0484-0.
- ESTÁGIO OBRIGATÓRIO: Aplicação prática dos conhecimentos adquiridos nas áreas de sistemas de energia,
eletrônica e telecomunicações. Bibliografia Básica e Complementar: Por ser uma disciplina puramente prática,
com conteúdo programático diversificado não ha indicação de bibliografia. O estagiário deverá consultar a
bibliografia das disciplinas teóricas pertinentes à área de estudo escolhida no Estágio Obrigatório.
- ESTUDO DE LIBRAS: Introdução à Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS). Desenvolvimento cognitivo e
linguístico e a aquisição da primeira e segunda língua. Aspectos discursivos e seus impactos na interpretação.
Bibliografia Básica: Almeida, E. C. de. Atividades ilustradas em sinais da LIBRAS. Rio de Janeiro: Revinter,
2004. Felipe, T. Libras em contexto. Recife: EDUPE, 2002. Quadros, R. M. de. O tradutor e intérprete de língua
brasileira de sinais e língua portuguesa. Brasília: MEC/SEESP, 2001. Bibliografia Complementar: Lodi, Ana C.
B. (org.) et al. Letramento e minorias. Porto Alegre: Mediação, 2002. Silva, A. P. B. V.; Massi, Gisele A. A.;
Guarinello, A. C. (Org.). Temas atuais em fonoaudiologia: linguagem escrita. São Paulo: Summus, 2002. Elliot, A.
J. A linguagem da criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.
- FÍSICA I: Medidas. Vetores. Cinemática Linear e Angular. Dinâmica da Translação. Trabalho e Energia.
Momento Linear. Momento Angular. Dinâmica da Rotação. Estática. Bibliografia Básica: RESNICK, Robert;
HALLIDAY, David; KRANE, Kenneth S. Física 1. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2003. HALLIDAY, David;
RESNICK, Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos de física, volume 1: mecânica. 8. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed.,
2009-2011. TIPLER, Paul Allen; MOSCA, Gene. Física para cientistas e engenheiros, volume 1: mecânica,
oscilações e ondas, termodinâmica. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2009. Bibliografia Complementar: SEARS,
Francis Weston; ZEMANSKY, Mark Waldo; YOUNG, Hugh D.; FREEDMAN, Roger A. Física I: mecânica. 12.
ed. São Paulo: Pearson, 2010-2011. NUSSENZVEIG, H. Moyses. Curso de física básica, 1: mecânica. 4. ed. São
Paulo: E. Blucher, 2002. ALONSO, Marcelo; FINN, Edward J. Física, volume 1: um curso universitário:
mecânica. 2. ed. São Paulo: E. Blucher, 1972-2012. FEYNMAN, Richard Phillips; LEIGHTON, Robert B.;
SANDS, Matthew L. The Feynman lectures on physics, volume 1. Definitive edition San Francisco: Pearson /
Addison Wesley, c2006. CALCADA, Caio Sergio; SAMPAIO, Jose Luiz. Física clássica, 1: mecânica. São Paulo:
Atual, 2012.
- FÍSICA II: Gravitação. Oscilações simples, amortecidas e forçadas. Ondas em meios elásticos. Ondas sonoras.
Estática e Dinâmica dos Fluidos. Termodinâmica. Bibliografia Básica: RESNICK, Robert; HALLIDAY, David;
KRANE, Kenneth S. Física 2. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2003-2013. HALLIDAY, David; RESNICK,
Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos de física, 2: gravitação, ondas e termodinâmica. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 2002. TIPLER, Paul Allen; MOSCA, Gene. Física para cientistas e engenheiros, volume 1: mecânica,
oscilações e ondas, termodinâmica. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2009. Bibliografia Complementar: SEARS,
Francis Weston; ZEMANSKY, Mark Waldo; YOUNG, Hugh D.; FREEDMAN, Roger A. Física II:
termodinâmica e ondas. 10. ed. São Paulo: Pearson, 2006. NUSSENZVEIG, H. Moysés. Curso de física básica, 2:
fluidos, oscilações e ondas, calor. 3. ed. São Paulo: E. Blücher, 2002. ALONSO, Marcelo; FINN, Edward J.
Física, volume 2: um curso universitário: campos e ondas. São Paulo: E. Blücher, 2009-2011. FEYNMAN,
Richard Phillips; LEIGHTON, Robert B.; SANDS, Matthew L. The Feynman lectures on physics, volume 2.
Definitive edition San Francisco: Pearson /Addison Wesley, c2006. RAMALHO JUNIOR, Francisco; SANTOS,
José Ivan Cardoso dos; FERRARO, Nicolau Gilberto; SOARES, Paulo Antônio de Toledo. Os fundamentos da
física 2: termologia, geometria da luz e ondas. 2. ed. São Paulo: Moderna, 1981-1982.
- FÍSICA III: Carga elétrica. Campo elétrico. Potencial elétrico. Capacitores e dielétricos. Força eletromotriz.
Corrente e resistência elétrica. Campo magnético. Indução eletromagnética. Indutores. Equações de Maxwell.
Ondas eletromagnéticas e espectro eletromagnético. Bibliografia Básica: RESNICK, Robert; HALLIDAY,
David; KRANE, Kenneth S. Física 3. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2004. HALLIDAY, David; RESNICK,
Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos de física, 3: eletromagnetismo. 7. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2007.
TIPLER, Paul Allen; MOSCA, Gene. Física para cientistas e engenheiros, volume 2: eletricidade e magnetismo,
óptica. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2009-2012. Bibliografia Complementar: SEARS, Francis Weston;
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[16]
BS N° 5870
Pg. 37
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
ZEMANSKY, Mark Waldo; YOUNG, Hugh D.; FREEDMAN, Roger A. Física III: eletromagnetismo. 10. ed. São
Paulo: Pearson, 2005. NUSSENZVEIG, H. Moysés. Curso de física básica, 3: eletromagnetismo. São Paulo: E.
Blücher, 2004-2012. ALONSO, Marcelo; FINN, Edward J. Física, volume 2: um curso universitário : campos e
ondas. São Paulo: E. Blücher, 2009-2011. FEYNMAN, Richard Phillips; LEIGHTON, Robert B.; SANDS,
Matthew L. The Feynman lectures on physics, volume 3. Definitive edition San Francisco: Pearson / Addison
Wesley, c2006. EDMINISTER, Joseph; NAHVI, Mahmood. Eletromagnetismo. 3.ed. Porto Alegre, RS:
Bookman, 2013.
- FONTES DE ENERGIAS RENOVÁVEIS: Energia solar fotovoltaica. Energia solar térmica. Energia eólica.
Centrais hidrelétricas: Tipos de turbinas e Biodigestores. Gás natural. Co-geração de energia. Bibliografia
Básica: Leite, Antonio D. A Energia do Brasil. 1997. Editora Nova Fronteira. Macintyre, Archibald J. Máquinas
Motrizes Hidráulicas. 1983. Editora Guanabara Dois. Manual de Micro centrais Hidrelétricas. 1985. Eletrobrás.
Bibliografia Complementar: Muller, Arnaldo C. Hidrelétricas, Meio Ambiente e Desenvolvimento. 1996.
EditoraMcGraw-Hill Ltda. Scheer, Hermann. Economia solar global: estratégias para a modernidade ecológica.
Rio de Janeiro: Cresesb - Cepel, 2002. Centro de Pesquisa de Energia Elétrica - CEPEL; Centro de Referência
para Energia Solar e Eólica Sérgio de SALVO Brito - CRESESR. Manual de engenharia para sistemas
fotovoltaicos. Rio de Janeiro: CEPEL - CRESESB, 2004. Luiz, Adir Moyses. Como aproveitar a energia solar.
São Paulo: E. Blucher, 1985. Palz, W. Energia Solar e fontes alternativas. São Paulo: Hemus, 1981.
- FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO: As bases históricas da Administração; a Revolução Industrial. As
contribuições das Teorias da Administração e suas principais abordagens. As principais funções da Administração.
Processos administrativos: conceitos e ferramentas. Níveis hierárquicos: estratégico, tático e operacional
(conceitos). Bibliografia Básica: CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. 8.ed. total.
Ver. e atual. Rio de Janeiro: Elsevier, Campus, 2011; MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à Administração. 7. ed.
São Paulo: Atlas, 2010; OLIVEIRA, D. de P. R. de. Introdução à Administração: teoria e prática. São Paulo: Atlas,
2009. Bibliografia Complementar: CHIAVENATO, I. Administração: teoria, processo e prática. 4. ed. Rio de
Janeiro: Elsevier, 2007; DAFT, R. I. Administração. São Paulo: Cengage Learning, 2010; MOTTA, F. C. P.;
VASCONCELOS, I. F. G. de. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.
ROBBINS, S. P.; DECENZO, D. A. Fundamentos de Administração. 4. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004;
SOBRAL, F.; PECI, A. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Pearson Education,
2008.
- FUNDAMENTOS DE ECONOMIA: Conceitos básicos de economia. Evolução do pensamento econômico.
Elementos de microeconomia. Elementos de macroeconomia. Economia Internacional. Economia brasileira.
Bibliografia Básica: VASCONCELLOS, M.A.S. Economia: Micro e Macro. São Paulo: Editora Atlas, 2011;
MANKIW, N.G. Introdução à Economia. São Paulo: Editora Cengage Learning, 2014; VASCONCELLOS, M.A.S
e Garcia, M.E.. Fundamentos de Economia. São Paulo: Saraiva, 2008. Bibliografia Complementar: PINHO, D.
B.; VASCONCELLOS, M. A. S.; TONETO, R. Jr. Introdução à Economia. 1ª ed. São Paulo: Saraiva, 2012;
SAMUELSON, P. Introdução à Economia - Mc Grow-Hill Book Company; ROSSETTI, J. P. Introdução à
Economia - Ed. Atlas; VARIAN, H.R. Microeconomia - Princípios Básicos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2002;
LOPES, L. M. e VASCONCELLOS, M. A. S. de. Manual de Macroeconomia: básico e intermediário. Rio de
Janeiro: Atlas, 2000
- FUNDAMENTOS DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE: Propriedades termodinâmicas. leis da
termodinâmica. Condução. Convecção. Radiação. Propriedades físicas dos fluidos. Pressões. Estática dos fluidos e
suas aplicações. Dinâmica dos fluidos. Regime variado e permanente. Perda de carga. Bibliografia Básica: FOX,
Robert W; BERTIN, Gilles; PRITCHARD, Philip J. Introdução a mecânica dos fluidos. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 2006. MACINTYRE, Archibald Joseph. Bombas e instalações de bombeamento. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 1987-1997. HUGHER, William F; BRIGHTON, John A., colab. Dinâmica dos fluidos. São Paulo: McGrawHill do Brasil, 1974-1979. Bibliografia Complementar: BRAGA FILHO, Washington. Fenômenos de transporte
para engenharia. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2013. ROMA, Woodrow N. L. Fenômenos de transporte para
engenharia. 2.ed. São Carlos, SP: RiMa, 2006. MORAN, Michael J. Introdução à engenharia de sistemas térmicos:
termodinâmica, mecânica dos fluidos e transferência de calor. Rio de Janeiro: LTC, 2013. GAMA, Rogério
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[17]
BS N° 5870
Pg. 38
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Martins Saldanha da. Fundamentos de mecânica dos fluidos. Rio de Janeiro: Ed. UERJ, 2012. BRUNETTI,
Franco. Mecânica dos Fluidos. 2. ed. rev. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.
- GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: Geração Distribuída: conceitos, características, tecnologias, vantagens e
desvantagens. Mini e microgeração na baixa tensão. Legislação e regulamentação vigentes. Estimativas e
projeções da geração distribuída. Balanço energético nacional e estadual. Energia elétrica - produção e
distribuição. Consumo e demanda. Bibliografia Básica: Silva Lora, Eduardo; Haddad, Jamil (coords.). Geração
Distribuída: aspectos tecnológicos, ambientais e institucionais. Rio de janeiro: Interciência, 2006, 240 p. Willis, h.
Lee; Scott, Walter g. Distributed Power Generation: planning and evaluation. Usa: crc, taylor & francis group,
2000, 597 p. Tolmasquim, Mauricio Tiommo (org.). Fontes renováveis de energia no Brasil. 1ª edição. Rio de
janeiro: Editora Interciência, 2003, 516 p. Bibliografia Complementar: Aneel – Agência Nacional de Energia
Elétrica. Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional – PRODIST. Disponível
em www.aneel.gov.br. Muller, Arnaldo C. Hidrelétricas, Meio Ambiente e Desenvolvimento. 1996.
EditoraMcGraw-Hill Ltda. Muller, Arnaldo C. Hidrelétricas, Meio Ambiente e Desenvolvimento. 1996.
EditoraMcGraw-Hill Ltda. Centro de Pesquisa de Energia Elétrica - CEPEL; Centro de Referência para Energia
Solar e Eólica Sérgio de SALVO Brito - CRESESR. Manual de engenharia para sistemas fotovoltaicos. Rio de
Janeiro: CEPEL - CRESESB, 2004.
- GESTÃO ENERGÉTICA: Tópicos de eficiência energética em geral. Uso eficiente de Energia Elétrica.
Tarifação de energia elétrica. Estudos para correção do fator de potência (triângulo e tetraedro de potências).
Bibliografia Básica: MAMEDE FILHO, J. Instalações elétricas Industriais. 8ª ed. Rio de Janeiro: Editora LTC,
2010.COTRIM, A. M. B. Instalações Elétricas. 5 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. Creder, Hélio.
Instalações elétricas. 15ª ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2013. Bibliografia Complementar: Niskier, Julio;
Macintyre, Archibald Joseph. Instalações elétricas. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2008. 455 p. ISBN 978-85-2161589-7.ABNT - NBR 5410. Instalações Elétricas de Baixa Tensão. NORMAS ENERSUL http://www.enersul.com.br/dicas/normas-tecnicas/
- INFRAESTRUTURA PARA REDES DE COMPUTADORES: Projeto de cabeamento estruturado, padrões, técnicas
de instalações, conectores, distribuidores e documentação. Bibliografia Básica: Tanenbaum, A.S. Computer Networks,
3nd Ed., Prentice Hall, 1996. Kurose, J.F; Ross, K.W, Redes de Computadores e a Internet - Uma Nova Abordagem,
Adisson Wesley, 2003. Giozza, William Ferreira, CONFORTI Evandro, Hélio Waldman, Fibras Ópticas : Tecnologia e
Projeto de Sistemas, Makron Books, McGraw-Hill, 1991. Soares, Luiz fernando G., Lemos Guido, Colcher Sérgio,
Redes de
Computadores : Das LANs, MANs e WANs às Redes ATM, Ed. Campos, 1995. Bibliografia
Complementar: Comer, D. Internetworking with TCP/IP, V. 1, Prentice Hall, 1992. Dersler, F. J. Guia para Interligação
de Redes Locais, Editora Campos, 1993. Dersler, F. J. Guia de Conectividade, Editora Campos, 1993. Peterson,,J. L.;
SILBERSCHATZ, A. Operating System Concepts, 2nd Ed.; Reading; Addison Wesley, 1985. Silberschatz, A. Galvin,
P.B., Gagne, G.; Sistemas Operacionais: Conceitos e Aplicações. Editora Campus, 2001.
- INGLES TÉCNICO: Estudo de textos específicos da área de Engenharia Elétrica visando compreensão.
Aspectos gramaticais e morfológicos pertinentes à compreensão. Desenvolvimento e ampliação das estratégias de
leitura de inglês técnico. Leitura e interpretação de textos acadêmicos e produções atuais em língua inglesa.
Bibliografia Básica: OLIVEIRA, Sara R. Estratégias de leitura para inglês instrumental. 2 ed.Brasília:Editora
Universidade de Brasília, 1996. SOUZA, Adriana; ABSY, Conceição; COSTA, Gisele; MELLO, Leonilde.
Leitura em língua inglesa : uma abordagem instrumental.São Paulo:Disal, 2005. TORRES, Nelson. Gramática
prática da língua inglesa: o inglês descomplicado. 9ed. São Paulo:Saraiva, 2002. KOCH Ingedore G. V. K.
Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002. Bibliografia Complementar: SWAN, Michael;
WALTER, Catherine. How English Works: A grammar practice. OUP, 2000. Textos retirados de revistas, jornais,
artigos acadêmicos. FERREE, Tess; SANABRIA, Kim. NorthStar4: Listening and Speaking. 3rd ed. USA:
Longman, 2009. NorthStar4: Reading and Writing. 3rd ed. USA: Longman, 2009. MARCUSCHI, Luiz Antônio.
Atividades de referenciação no processo de produção textual e o ensino de língua. 2003. In: SILVA, Denise
Helena Garcia da. LARA, Gláucia MUNIZ Proença e MENEGAZZO, Maria Adélia. Estudos de linguagem: interrelações e perspectivas. Campo Grande: Editorada UFMS.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[18]
BS N° 5870
Pg. 39
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS I: Generalidades sobre instalações de motores elétricos. Curtocircuito em instalações elétricas industriais. Dimensionamento de sistemas de proteção e seletividade, tais como
disjuntor, disjuntor-motor, fusível, chave seccionadora fusível e relé térmico com contator. Análise e
dimensionamento de sistemas de partida através de contatores, soft-starters e inversores (conversores de
frequência). Introdução a automação industrial e projeto de diagramas de comandos elétricos: botoeiras, lâmpadas
de sinalização, sensores e relés de tempo, de falta de fase e térmico, etc. Laboratório. Bibliografia Básica:
MAMEDE FILHO, J. Instalações Elétricas Industriais. 8 ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2010. COTRIM, A. M.
B. Instalações Elétricas. 5 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. Creder, Hélio. Instalações elétricas. 15ª
ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2013. Bibliografia Complementar: Niskier, Julio; Macintyre, Archibald Joseph.
Instalações elétricas. 5. ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2008. 455 p. ISBN 978-85-216-1589-7. ABNT - NBR
5410. Instalações Elétricas de Baixa Tensão. NORMAS ENERSUL - http://www.enersul.com.br/dicas/normastecnicas/.
- INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS II: Generalidades sobre instalações elétricas para cargas
industriais. Dimensionamento de dutos e condutos elétricos industriais: eletrocalhas suspensas, canaletas pelo piso,
barramentos. Fornecimento de energia elétrica em média tensão: posto de transformação e subestação abrigada.
Aterramento elétrico. Projeto de uma instalação elétrica industrial (estudo de caso). Projetos complementares: ar
condicionado, elevadores, cabeamento estruturado, etc. Bibliografia Básica: MAMEDE FILHO, J. Instalações
Elétricas Industriais. 8 ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2010. COTRIM, A. M. B. Instalações Elétricas. 5 ed. São
Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010. Creder, Hélio. Instalações elétricas. 15ª ed. Rio de Janeiro: Editora LTC,
2013. Bibliografia Complementar: Niskier, Julio; Macintyre, Archibald Joseph. Instalações elétricas. 5. ed. Rio de
Janeiro: Editora LTC, 2008. 455 p. ISBN 978-85-216-1589-7. ABNT - NBR 5410. Instalações Elétricas de Baixa
Tensão. NORMAS ENERSUL - http://www.enersul.com.br/dicas/normas-tecnicas/ .
- INSTALAÇÕES ELÉTRICAS PREDIAIS: Padrões de fornecimento de energia. Luminotécnica.
Dimensionamento de condutores de alimentadores e ramais e eletrodutos. Projeto de medição agrupada em BT e
com Posto de Transformação. Projetos de instalações elétricas prediais: residenciais e comerciais. Grupo gerador
de energia emergencial. Projetos complementares: SPDA (Para-raios) e tubulação e caixas de telefonia, interfone,
antena coletiva, alarme, CFTV, sonorização, iluminação emergencial, Anotação de Responsabilidade Técnica
(ART). Bibliografia Básica: COTRIM, A. M. B. Instalações Elétricas. 5 ed. São Paulo: Pearson Prentice
Hall, 2010. Creder, Hélio. Instalações elétricas. 15ª ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2013. Niskier, Julio;
Macintyre, Archibald Joseph. Instalações elétricas. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2008. 455 p. ISBN 978-85-2161589-7. Cavalin, Geraldo. Instalações Elétricas Prediais: conforme norma NBR 5410: 2004. 20º Ed. São Paulo:
Erica, 2009. Bibliografia Complementar: ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS NBR-5419. ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – NBR- 5410. NORMAS
ENERSUL - NOR TDE 102, 118 e 119. http://www.enersul.com.br/dicas/normas-tecnicas/ ABNT.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – NBR-5413 – Iluminância de Interiores. ABNT.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR-5419.
- INSTRUMENTAÇÃO INDUSTRIAL: Unidades de medidas, erros, ruídos, calibração, transdutores e atuadores,
sensores fotoelétricos, sensores indutivos, sensores capacitivos, sensores de segurança. Instrumentação para
medição de pressão, vazão, temperatura e nível. Sistemas conversores. Processos industriais. Bibliografia Básica:
Bega, Egídio Alberto, Delmée, Gerard Jean, Cohn, Pedro Estéfano, Bulgarelli, Roberval, Koch, Ricardo e Finkel,
Vítor Schmidt, Instrumentação Industrial, Editora Interciência / IBP – Instituto Brasileiro de petróleo e gás, 2003;
Bolton, Willian, Instrumentação e Controle, Editora Hemus, 2003; Fialho, Arivelto Bustamante, Instrumentação
industrial, Erica, 2002. Bortoni, Edson da Costa, Apostila de instrumentação industrial, Unifei-mg, 2004.
Werneck, Marcelo Martins, Transdutores e Interfaces, LTC Editora, 2000. Bibliografia Complementar: Soisson,
Harold e., Instrumentação Industrial, Editora Hemus, 2003. Alves, José Luis Loureiro, Instrumentação, Controle e
Automação de Processos, LTC, 2005. Doebelin, Ernest, Measurement Systems, Mcgrawhill, 2003; Bega, Egídio
Alberto, Instrumentação Aplicada ao Controle de Caldeiras, Interciência editora, 2003.
- INTRODUÇÃO À COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA: Ambientes eletromagnéticos. Aspectos
econômicos da compatibilidade. Propagação de ondas em alta frequência: campos próximos e campos distantes.
Acoplamentos eletromagnéticos. Tensões de modo comum. Caracterização de casos de compatibilidade. Soluções
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[19]
BS N° 5870
Pg. 40
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
de problemas em compatibilidade. Bibliografia Básica: Kouyoumdjian, A. A Compatibilidade Eletromagnética.
MM Editora, 1998, SP. A Paul, C. R. Introduction to Electromagnetic Compatibility. Second Edition. New Jersey:
John Wiley, 2006. Mardiguian, M. EMI Troubleshooting Techniques. First Edition. New York : McGraw-Hill
Professional, 1999. Hayt, W. H. JR., Buck, J. A. Eletromagnetismo. Sexta Edição. Rio de Janeiro: Livros Técnicos
e Científicos Editora S.A., 2003. Bibliografia Complementar: Goedbloed, J.J. "Electromagnetic Compatibility" Ed.
Prentice Hall, New York, 1990. Hyte, W. "Eletromagnetismo" Livros Técnicos e Científicos Editora S.A.
Greenwood, A. "Electrical Transients in Power Systems" Ed. John Wiley & Sons, Inc., New York. IEEE
Transactions on Electromagnetic Compatibility.
- INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DE ELÉTRICA: O curso de Engenharia Elétrica da UFMS; a profissão de
Engenheiro Eletricista ; perfil do Engenheiro Eletricista contemporâneo; atribuições do Engenheiro Elétrico
(CONFEA/CREA); as subáreas da Engenharia Elétrica e possibilidades de atuação profissional; Contato com
profissionais de engenharia elétrica e/ou com empresas ligadas diretamente ao setor de engenharia elétrica.
Bibliografia Básica: HOLTZAPPLE, Mark Thomas; REECE, William O. Introdução à engenharia. Rio de
Janeiro: LTC Ed., 2006. BAZZO, Walter Antônio; PEREIRA, Luiz Teixeira do Vale. Introdução à engenharia:
conceitos, ferramentas e comportamentos. 4. ed. rev. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2013. Bibliografia
Complementar: CONFEA. Conselho Federal de Engenharia e Agronomia. Legislação. Disponível em
http://normativos.confea.org.br/ementas/index.asp ABENGE. Associação Brasileira de Ensino de Engenharia.
Revista ABENGE. Disponível em http://www.abenge.org.br/revista/index.php/abenge. Holtzapple, Mark T.,
Reece, W. Dan. Introdução à Engenharia. Rio de Janeiro: LTC, 2006. Schnaid, F., Zaro, M. Antônio, Timm, M.
Isabel. Ensino de Engenharia: Do Positivismo à Construção das Mudanças para o Século XXI. Porto Alegre:
Editora da U-FRGS, 2006.
- INTRODUÇÃO À ROBÓTICA: Automação e robótica: conceitos, componentes de um robô, classificação e
especificação de robôs. Modelagem de Robôs: Controle de Robôs. Atuadores e Sensores. Aplicações. Bibliografia
Básica: Martin, F. G. , Robotic Explorations: Na introduction to Engineering through design, Prentice Hall, ISBN:
0-130-89568-7. Craig, J.J. Introduction to Robotics – Mechanics and Control – 2nd, Ed. Addison-Wesley Reading,
MA, 1989, ISBN 0-2-1-09528-9. Siegwart, R. and Nourbakhsh, Introduction to autonomous Mobile Robots –
intelligent Robotics and Autonomous Agents Series, The MIT PRESS Cambridge, MA, ISBN 0-262-19502 – X.
Bibliografia Complementar: Jones, J. and Flynn, A.M. Mobile Robots Inspiration to implementation , A. K.
Peters, Wellesley, MA, 1993, ISBN 1-56881-011-3. FU, K. S. and Gonzalez, R.C. and Lee, G.C.S., Robotics:
Control, Sensing, Vision and Intelligence, MCGRAW-HILL, New York, 1987. Paul, R.P. Robot Manipulators:
Mathematics, Programming and control, MIT PRESS, Cambridge, MA, 1981.
- INTRODUÇÃO À TEORIA DE DINÂMICA DE SISTEMAS: Paradigma da dinâmica de sistemas. As fundamentações
da dinâmica de sistemas. Sistema – conceitos. Teorias e modelos. Elementos de modelagem de sistemas dinâmicos.
Diagrama de laço causal. Comportamento de sistemas lineares de baixa ordem – soluções analíticas. Bibliografia Básica:
Sterman J. (2000) Business Dynamics: System Thinking and Modeling for a Complex World, Editora McGrawHill. Ford, A. “Modeling the enviroment”. Washington DC: Island Press, 1999.Forrester, J. W. Industrial
Dynamics. Cambridge:MIT Press, 1961. Bibliografia Complementar: Keating, K. E.; Oliva, R.; Repening, N. P.;
Rockart, S; Sterman, J. “Overcoming the improvement paradox”, European Management Journal, vol. 17, no,2,
pp. 120-134, 1999. Repening, N. P.; Sterman, J. “Getting quality the old fashioned way: self confirming
attributions in the dynamics of process improvement” National Research Council Workshop on Improving Theory
and Research on Quality Enhancement in Organizations, 1997. Repening, N. P.; Sterman, J. “Nobody ever gets
credit for fixing problems that never happened: creating and sustained process improvement”, California
Management Review, vol. 43, no. 4, pp. 64-88, 2001. West, C. C. “Introdução à Teoria de Sistemas”.
Petrópolis:Vozes, 1972.
- INTRODUÇÃO AOS MATERIAIS E INSTALAÇÕES ELÉTRICAS: Propriedades gerais dos materiais classificados
pela função que exercem no campo de eletrotécnica. Materiais condutores, isolantes, magnéticos, semicondutores.
Materiais utilizados em instalações elétricas. Luminotécnica. Introdução às instalações elétrica. Rigidez dielétrica. Funções
estruturais e mecânicas dos materiais elétricos. Projeto elétrico residencial. Bibliografia Básica: Schimidt, W. Materiais
elétricos Ed. Edgard Blucher Ltda. São Paulo Vol. 141 p. Vol 2 -166 p. Rezende E. M. Materiais usados em
eletrotécnica. Livraria Interciência Rio de Janeiro. 1977, 382 p. Pavlik. B.L.Tecnologia da ferragem para linhas de
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[20]
BS N° 5870
Pg. 41
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
AT e EAT. Gente de Propaganda Ltda São Paulo. 1989 329 p. Creder, Hélio. Instalações elétricas. 15. ed. Rio de
Janeiro: LTC, 2007. 428 p. ISBN 978-85-216-1567-5. Bibliografia Complementar: Luna, A. M. Materiais para
Engenharia Elétrica Chesf. E UFPE. Recife — PE. 1988. 135 p. Kindermann. G. Choque Elétrico. Porto Alegre —
RS. Sagra Editora. 199 203. Boylestad, Robert L. Introdução à análise de circuitos, 1ª ed. São Paulo, Prentice
Hall, 2004.
- LABORATÓRIO DE FÍSICA I: Teoria de erros. Instrumentos de medidas. Construção e análise de gráficos.
Cinemática, Dinâmica e Estática. Mecânica dos sólidos e fluidos. Oscilações. Bibliografia Básica: RESNICK, R.;
HALLIDAY, D.; KRANE, K. S. Física 1. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2003. 368 p. ISBN 85-216-1352-0.
RESNICK, R.; HALLIDAY, D.; KRANE, K. S. Física 2. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2003. 339 p. ISBN 85216-1368-7. HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física, 1. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 1996. ISBN 85-216-1069-6. Bibliografia Complementar: HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J.
Fundamentos de Física, 2: Gravitação, Ondas e Termodinâmica. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 1996. ISBN 85216-1070-X. YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A. Física I: Mecânica. 12a . ed. São Paulo: Pearson, 2010-2011.
403 p. ISBN 978-85-88639-30-0. YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A. Física II: Termodinâmica e Ondas. 12a .
ed. São Paulo: Pearson, 2010-2011. 329 p. ISBN 978-85-88639-33-1. VUOLO, J. H.. Fundamentos da Teoria de
Erros. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: E. Blücher, 1996-2008. 249 p. ISBN 978-85-212-0. ALONSO; FINN. Física:
Um Curso Universitário. Editora Edgard Blücher, São Paulo, 1995. TIPLER, Paul Allen; MOSCA, Gene. Física
para cientistas e engenheiros, volume 1: mecânica, oscilações e ondas, termodinâmica. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 2009.056-7.
- LABORATÓRIO DE FÍSICA II: Instrumentos de medidas. Ondas. Termodinâmica. Eletricidade e Magnetismo.
Bibliografia Básica: RESNICK, R.; HALLIDAY, D.; KRANE, K. S. Física 2. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed.,
c2003. 339 p. ISBN 85-216-1368-7. RESNICK, R.; HALLIDAY, D.; KRANE, K. S. Física 3. 5. ed. Rio de
Janeiro: LTC Ed., c2003. 377 p. ISBN 85-216-1391-1. YOUNG, H. D.; FREEDMAN, R. A. Física
II: Termodinâmica e Ondas 12a . ed. São Paulo: Pearson, 2010-2011. 329 p. ISBN 978-85-88639-33-1.
Bibliografia Complementar: CHESMAN, Carlos; ANDRÉ, Carlos; MACÊDO, Augusto. Física moderna:
experimental e aplicada. São Paulo: Liv. da Física, 2004. CAVALCANTE, Marisa Almeida; TAVOLARO,
Cristiane R. C. Física moderna experimental. 2. ed. rev. Barueri, SP: Manole, 2010. YOUNG, H. D.;
FREEDMAN, R. A. Física III: Eletromagnetismo. 12a . ed. São Paulo: Pearson, 2010-2011. 329 p. ISBN 978-8588639-34-8. HALLIDAY, D.; RESNICK, R.; WALKER, J. Fundamentos de Física, 2 : Gravitação, Ondas e
Termodinâmica. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 1996. ISBN 85-216-1070-X. HALLIDAY, D.; RESNICK, R.;
WALKER, J. Fundamentos de Física, 3: Eletromagnetismo. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c1996. 350 p. ISBN
85-216-1071-8.
- LEGISLAÇÃO, ÉTICA PROFISSIONAL E CIDADANIA: Normatização e legislação profissional. Atribuições
e competências do Engenheiro. Exercício profissional. Direito e legislação relativos às empresas de engenharia.
Licitações. Noções de direito do trabalho; direitos humanos. Ética profissional e responsabilidade social. Relações
étnico-raciais. História e cultura afro-brasileira e africana. Bibliografia Básica: CONFEA. Código de Ética
Profissional.
8
ed.
Brasília,
2013.
Disponível
para
download
em
http://www.confea.org.br/media/codigo_etica_sistemaconfea_8edicao_2014.pdf SISTEMA CONFEA/CREA. 80
Anos: um registro do histórico da legislação das profissões, no Brasil, desde o Império. Brasília: Confea, 2013.
Disponível
para
download
em
http://www.confea.org.br/media/LivroHistoriadaLegislacao80%20anos.pdfSISTEMA CONFEA/CREA. Profissionais da Engenharia e da Agronomia: O que fazem? Conheça
as atribuições, áreas de atuação e atividades desses profissionais Resolução Confea nº 1048/2013. Brasília: Confea,
2013. Disponível para download em http://www.confea.org.br/media/cartilha_resolucao1048.pdf . QUEIROZ, A;
ASHLEY, P A. Ética e responsabilidade social nos negócios. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005-2013.
TACHIZAWA, Takeshy. Gestão ambiental e responsabilidade social corporativa: estratégias de negocios focadas
na realidade brasileira. 5. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 2008. TRASFERETTI, Jose Antônio. Ética e
responsabilidade social. 4. ed. Campinas: Alinea, 2011. Bibliografia Complementar: DALLARI, Dalmo de
Abreu. Direitos humanos e cidadania. 2. ed. reform. São Paulo: Moderna, 2013. MASTRANTONIO, Simone
Aparecida Barbosa. Ações afirmativas: promoção da cidadania empresarial/ promoção da cidadania empresarial.
Curitiba, PR: Jurua Ed., 2012. BRASIL. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade.
Orientações e ações para a educação das relações étnico-raciais. Brasília: SECAD, 2006. BARBIERI, Jose Carlos;
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[21]
BS N° 5870
Pg. 42
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
CAJAZEIRA, Jorge Emanuel Reis. Responsabilidade social empresarial e empresa sustentável: da teoria a pratica.
São Paulo: Saraiva, 2009-2012. BRASIL. Presidência da Republica. LEI No 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993.
Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8666 compilado.htm
- MANUTENÇÃO ELÉTRICA INDUSTRIAL: Introdução À Manutenção. Conceitos e Definições. Metodologia
da Manutenção. Manutenção Corretiva, Preventiva e Preditiva. Manutenção e Otimização de Projetos e Processos.
Funções da Manutenção. Estudos das Falhas. Confiabilidade. Análise da Manutenção. Planejamento da
Manutenção. Execução da Manutenção. Organização Operacional. Dimensionamento e Pessoal de Manutenção.
Sistema de Gerenciamento da Manutenção e Qualidade Total.Bibliografia Básica: Tavares, Lourival Augusto.
Excelência na Manutenção - Estratégias, Otimização e Gerenciamento. Salvador: Casa da Qualidade Editora Ltda.,
1996, P. 15 E 16. Nakajima, Seiichi. Introdução ao TPM - Total Productive Maintenance. São Paulo: Imc
Internacional Sistemas Educativos Ltda., 1989, P. 12. Monchy, François. A Função Manutenção - Formação Para
A Gerência da Manutenção Industrial. São Paulo: Editora Durban Ltda., 1989. Kelly, A. E Harris, M.J. (1980)
Administração da Manutenção Industrial, Ibp.Mirshawka, Victor (1991) Manutenção Preditiva - Caminho Para
Zero Defeitos, Makron Books-Mcgraw-Hill. Bibliografia Complementar: Pinto, Alan Kardec E Nascif, Júlio
(1998) Manutenção - Função Estratégica, Ed. Qualitymark. Xenos, Harilaus G. D. (1998) Gerenciando A
Manutenção Produtiva, Edg - Editora De Desenvolvimento Gerencial. Moubray, John (1996) Introdução À
Manutenção Centrada na Confiabilidade, Aladon.
- MÁQUINAS ASSÍNCRONAS: Princípios de funcionamento de uma máquina assíncrona trifásica. Circuito
equivalente. Gráfico de torque. Métodos de partida e controle de velocidade. Princípios de funcionamento de uma
máquina assíncrona monofásica. Tipos de máquinas assíncronas monofásicas. Máquinas especiais. Laboratório.
Bibliografia Básica: UMANS, Stephen. D. - Máquinas Elétricas de Fitzgerald e Kingsley (Tradução de Fitzgerald
& Kingsley's Electric Machinery - 7th edition, 2013, por Anatólio Laschuk) 7ª Edição. McGraw-Hill. 2014. ISBN:
9788580553734. CHAPMAN, S. J. Fundamentos de Máquinas Elétricas. 5ª Edição. Porto Alegre: Grupo A /
McGraw-Hill. 013. ISBN: 9788580552065. DEL TORO, Vincent - Fundamentos de Máquinas Elétricas. Rio de
Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, c1999, Tradução de: Basic electric machines.
Bibliografia
Complementar: SEN, Paresh C. - Principles of Electric Machines and Power Electronics. 2nd. ed., New York:
Wiley, 1997. FITZGERALD, A. E., KINGSLEY JR., C., KUSKO, A. - Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed.
McGraw-Hill, 1975. KOSOW, Irving. L. - Máquinas Elétricas Transformadores, 9.ed. - São Paulo: Globo. 1993.
FALCONE, Aurio Gilberto - Eletromecânica, volumes 1 e 2. São Paulo: Ed. Edgard Blucher Ltda, 1979-1985.
NASAR, Syed A. - Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill (Coleção Schaum). 1984. MARTIGNONI,
Alfonso - Máquinas de Corrente Alternada – 5.ed. – Rio de Janeiro: Globo, 1987.
- MÁQUINAS DE FLUXO E APROVEITAMENTO HIDROELÉTRICO: Noções básicas sobre máquinas
hidráulicas. Bombas hidráulicas. Recursos hidráulicos, aproveitamento hidroelétrico. Obras transversais nos cursos
d’águas: barragens Tipos de centrais hidroelétricas. Turbinas Aparelhos elétricos Otimização da operação de
sistemas hidroelétricos. Bibliografia Básica: Macintyre, A.J. Máquinas Motrizes Hidráulicas Ed. Guanabara Dois.
Rio de Janeiro-RJ. 1983. 649. p. Macintyre, A.J. Bombas e Instalações de Bombeamento. Ed. Guanabara Dois.
Rio de Janeiro. 1987. 2ª ed. 782. p. Quantz,. Motores Hidráulicos Ed. Gustavo Gile S.A, Barcelona Ltda. São
Paulo. 1981. 238 p.Bibliografia Complementar: Sarrate. I.L. & Albrecht, K. Hidráulica Motores. Hidráulicas
Bombas. Editorial Labor S.A. 95 1. 458p. Schreiber. G.H. Usinas Hidrelétricas. Ed. Edgard Blucler Ltda. 1981.
235p. Roma. W. N. L., Introdução as Bombas Hidráulicas de Fluxo. USP. São Carlos. 1993. 65p. Reis, Lineu
Belico dos. Geração de Energia Elétrica: tecnologia, inserção ambiental, planejamento, operação e análise de
viabilidade. Barueri, SP: Manole, 2003.
- MÁQUINAS SÍNCRONAS: Princípio de funcionamento das máquinas síncronas. Máquinas síncronas em
regime permanente. Máquina síncrona de pólos lisos e pólos salientes. Motores síncronos. Análise transitória das
máquinas síncronas. Laboratório. Bibliografia Básica: UMANS, Stephen. D. - Máquinas Elétricas de Fitzgerald
e Kingsley (Tradução de Fitzgerald & Kingsley's Electric Machinery - 7th edition, 2013, por Anatólio Laschuk) 7ª
Edição. McGraw-Hill. 2014. ISBN: 9788580553734. CHAPMAN, S. J. Fundamentos de Máquinas Elétricas. 5ª
Edição. Porto Alegre: Grupo A / McGraw-Hill. 2013. ISBN: 9788580552065. DEL TORO, Vincent Fundamentos de Máquinas Elétricas. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, c1999, Tradução de: Basic
electric machines. Bibliografia Complementar: SEN, Paresh C. - Principles of Electric Machines and Power
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[22]
BS N° 5870
Pg. 43
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Electronics. 2nd. ed., New York: Wiley, 1997. FITZGERALD, A. E., KINGSLEY JR., C., KUSKO, A. Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill, 1975. KOSOW, Irving. L. - Máquinas Elétricas
Transformadores, 9.ed. - São Paulo: Globo. 1993. FALCONE, Aurio Gilberto - Eletromecânica, volumes 1 e 2.
São Paulo: Ed. Edgard Blucher Ltda, 1979-1985. NASAR, Syed A. - Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed.
McGraw-Hill (Coleção Schaum). 1984. MARTIGNONI, Alfonso - Máquinas de Corrente Alternada – 5.ed. – Rio
de Janeiro: Globo, 1987.
- MATRIZ ENERGÉTICA: Matriz energética, balanço energético, gerenciamento e sustentabilidade ambiental.
Bibliografia Básica: Rothman, H. Uso da biomassa para produção de energia na indústria brasileira. Campinas:
Unicamp, 2005. Sevá Filho, B. Renovação e sustentação da produção energética. Rio de Janeiro: Cortez.
1998.Vasconcelos, G. F. Biomassa - A eterna energia do futuro. São Paulo: SENAC, 2002. Bibliografia Complementar:
Acioli, J. L. Fontes de energia. Brasília: UNB, 1994.Gregoire, J. A. Viver sem petróleo. São Paulo: Europa-América,
1980.Gunter, F. Introdução aos Problemas da Poluição Ambiental. Rio de Janeiro: EPU, 2006.
- MECÂNICA DOS SÓLIDOS: Estática: equilíbrio de ponto material, equilíbrio de corpo rígido e esforços
internos. Tensões normais e tangenciais. Deformações. Propriedades mecânicas dos materiais. Solicitações axiais.
Torção. Flexão simples. Bibliografia Básica: HIBBELER, R. C. Resistência dos materiais. 7. ed. São Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2010. GERE, James M.; GOODNO, Barry J. Mecânica dos materiais. São Paulo: Cengage
Learning, 2003 - 2013. BEER, Ferdinand Pierre; JOHNSTON, E. Russell; CORNWELL, Phillip J. Mecânica
vetorial para engenheiros: dinâmica. 9. ed. São Paulo: AMGH Ed., 1980-2012. BEER, Ferdinand Pierre;
JOHNSTON, E. Russell. Resistência dos materiais. 3. ed. São Paulo: Pearson, 2012. HIBBELER, R. C. Estática:
mecânica para engenharia. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011-2012. Bibliografia Complementar:
CRAIG, Roy R. Mecânica dos materiais. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., 2003. BEER, Ferdinand Pierre.
Mecânica dos materiais. 5. ed. Porto Alegre, RS: AMGH Ed., 2011. POPOV, E. P. Introdução à mecânica dos
sólidos. São Paulo: Blücher, 2012. TIMOSHENKO, Stephen P. Resistência dos materiais. Rio de Janeiro: LTC
Ed., 1975.
- MECÂNICA GERAL: Centros de gravidade em geral. Momentos de inércia das superfícies planas. Transposição
de eixos de inércia das superfícies planas. Pressão hidrostática sobre superfícies imersas. Sistemas variáveis de
pontos materiais. Cinemática dos corpos rígidos. Bibliografia Básica: BEER, Ferdinand Pierre . Mecânica
vetorial para engenheiros: estática. 5. ed. rev. São Paulo: Makron Books do Brasil, 1994-2012. BEER, Ferdinand
Pierre ; JOHNSTON, E. Russell; CORNWELL, Phillip J. Mecânica vetorial para engenheiros: dinâmica. 9. ed.
São Paulo: AMGH Ed., 1980-2012. MERIAM, J. L.; KRAIGE, L. G. Mecânica para engenharia, volume
1: estática. 6. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2009-2012. Bibliografia Complementar: RESNICK, Robert;
HALLIDAY, David; KRANE, Kenneth S. Física 1. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC, c2003-2013. HIBBELER, R.
C. Dinâmica: mecânica para engenharia. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2012-2013. HIBBELER, R.
C. Estática: mecânica para engenharia. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2011-2012.
- MEDIDAS ELÉTRICAS: Grandezas físicas, caracterização e conceitos de sistemas de medição, medidores
analógicos de grandezas elétricas (A, V e Ω), métodos de medição de resistência (pequenas, médias e elevadas),
métodos de verificação de defeitos em cabos elétricos, uso de transformadores de potencial e de corrente em
medidas elétricas, aparelhos e métodos de medidas de energia e de potência elétrica (monofásica e trifásica),
instrumentos digitais e métodos, geradores de sinais, conceituação e uso do osciloscópio. Laboratório. Bibliografia
Básica: Stout, Neville, Curso básico de medidas elétricas, São Paulo, Ed. USP, 1975. Dushin, E., Básic metrology
and electrical measuments. Torreira, Raul Peregallo, Instrumentos de medição elétrica ão Paulo, Ed. Hemus.
BALBINOT A., BRUSAMARELLO V. J., Instrumentação e Fundamentos de Medidas V 1 e V2 , 2006 e 2007.
HOLMAN J. P. Experimental Methods for Engineers.McGraw-Hill, Inc. DOEBELIN, O. Measurement Systems,
McGraw-Hill, 1990. Bibliografia Complementar: Medeiros Filho, Solon de, Fundamentos de medidas elétricas,
RJ, Ed. Guanabara, 1981. Medeiros Filho, Solon de, Medição de energia elétrica RJ, Ed. Guanabara.
- METODOLOGIA E REDAÇÃO CIENTÍFICA: O método científico e os níveis do conhecimento. Tema e
delimitação do tema, problema e objetivos de pesquisa. Seleção de referencial teórico em bases indexadas.
Resumo e síntese. Estrutura e forma do trabalho científico. Utilização dos diversos meios de comunicação; leitura
e interpretação de textos. Redação Técnico-científica: coesão e coerência textual. Tipologia textual (resumo,
relatório, projeto, monografia). Apresentação oral. Bibliografia Básica: FIORIN, J. L.; SAVIOLI, F. P. Para
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[23]
BS N° 5870
Pg. 44
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
entender o Texto: Leitura e Redação. Editora Ática, São Paulo, 1990 - 1999. FIORIN, JOSÉ LUIZ; SAVIOLI,
FRANCISCO PLATÃO. Lições de texto: leitura e redação. 3. ed. São Paulo: Ática, 1998. 416 p. ISBN 85-0805987-6. SEVERINO, A. J. Metodologia do Trabalho Cientifico. Cortez Editora, São Paulo, 2000. MÁTTAR,
João. Metodologia científica na era da informática. 3. ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2008-2013. MARCONI,
Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas,
2010. Bibliografia Complementar: BEAUD, MICHEL. Arte da tese: como preparar e redigir uma tese de
mestrado, uma monografia ou qualquer outro trabalho universitário. 3. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.
176 p. ISBN 85-286-0569-8. DIONISIO, ANGELA PAIVA; BEZERRA, MARIA AUXILIADORA. Gêneros
textuais & ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003. 232 p. ISBN 85-86930-18-0.CARVALHO, Maria Cecilia
Maringoni de. Construindo o saber: metodologia científica, fundamentos e técnicas. 17. ed. Campinas, SP:
Papirus, 2006. CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino; SILVA, Roberto da. Metodologia científica. 6.
ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007-2012. KÖCHE, José Carlos. Fundamentos de metodologia científica:
teoria da ciência e iniciação à pesquisa. 32. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013. BASTOS, Cleverson Leite; KELLER,
Vicente. Aprendendo a aprender: introdução a metodologia científica. 25. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
APPOLINÁRIO, Fábio. Dicionário de metodologia científica: um guia para a produção do conhecimento
científico. 2. ed. rev. e atual. São Paulo: Atlas, 2011.
- MÉTODOS NUMÉRICOS: Zeros reais de funções reais. Resolução de Sistemas Lineares. Resolução de
Sistemas Não-Lineares. Ajuste de Curvas. Interpolação Polinomial. Integração Numérica. Resolução Numérica de
Equações Diferenciais Ordinárias: Euler e Runge-Kutta. Bibliografia Básica: CHAPRA, Steven C.; CANALE,
Raymond P. Métodos numéricos para engenharia. 5. ed. São Paulo: McGraw Hill, 2008. RUGGIERO, Marcia
Aparecida Gomes; LOPES, Vera Lucia da Rocha. Cálculo numérico: aspectos teóricos e computacionais. 2. ed.
Sao Paulo: Makron Books, 1996-2012. FRANCO, Neide Maria Bertoldi. Cálculo numérico. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2006-2013. Bibliografia Complementar:.SANTOS, Vitoriano Ruas de Barros. Curso de cálculo
numérico. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1982. BURDEN, Richard L.; FAIRES, J. Douglas. Análise numérica. [2.
ed.]. São Paulo: Cengage Learning, c2008-2013. SPERANDIO, Décio; MENDES, Joao Teixeira; SILVA, Luiz
Henry Monken e. Calculo numérico: características matemáticas e computacionais dos métodos numéricos. Sao
Paulo: Pearson Prentice Hall, 2003-2006. BARROSO, Leônidas Conceição. Calculo numérico: (com aplicações).
2. ed. São Paulo: Harbra, 1987 DIEGUEZ, Jose Paulo P. (Jose Paulo do Prado). Métodos numéricos
computacionais para a engenharia. Rio de Janeiro: Interciência, 1992-1994.
- MICROCONTROLADORES: Microcontroladores de 8 bits. Armazenamento de rotinas e dados. Organização
interna. Memórias RAM e EEPROM. Contadores e temporizadores, interrupção, processador de transmissão e recepção
em série e paralela. Sistema mínimo. Entrada e saída de dados. Acesso direto a memória. Set de instruções, linguagens
Assembler e C, subrotinas. Laboratório. Bibliografia Básica: Nicolosi, Denys E. C. Microcontrolador 8051 Detalhado.
Ed. Érica, 2012. Nicolosi, Denys E. C. Linguagem C. Ed. Érica, 2009. Breeding, Kenneth J. Digital design
fundamentals. Englewood Cliffs, 2nd. ed., 1992. Bibliografia Complementar: Zuffo, João Antonio. Fundamentos de
arquitetura e organização de microprocessadores. 2ª. ed. São Paulo. Ed. Edgard Blucher, 1981. 621.38195835 Z94f.
Hill, Frederick J., Peterson Gerald R. Introduction to Switching theory and logical design. 3. Ed. Wiley, New York,
1981. Langdon, Glen George. Projeto de computadores digitais. Campinas. CARTGRAF, 1985.
- ONDAS E ANTENAS: Conceitos gerais: sistemas de transmissão, ondas eletromagnéticas; meios; equações de
Maxwell; vetor de Poynting. Propagação de ondas eletromagnéticas de ondas planas uniformes; reflexão e
refração; propagação guiada por guias metálicos, fibra óptica e por linhas de transmissão. Antenas: irradiação;
características; parâmetros; tipos de antenas e arranjos. Bibliografia Básica: Paul, Clayton R., Eletromagnetismo
para Engenheiros com aplicações. Livros Técnicos e Científicos – LTC. 2006. RJ. Fusco, Vincent F., Teoria e
Técnicas de Antenas: princípios e prática. Bookman/Artmed Editora S.A, 2006, SP. Quevedo, Carlos P.; Quevedo
Lodi, Cláudia. Ondas Eletromagnéticas. Ed. Pearson, 2010, SP. Bibliografia Complementar: Notaros, Branislav
M., Eletromagnetismo. Ed. Pearson, 2011, SP. Gaspar, Alberto Física. São Paulo: Ed. Ática, 2003. Hayt, W.
"Eletromagnetismo" Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. Greenwood, A. "Electrical Transients in Power
Systems" Ed. John Wiley &Sons, Inc. New York.
- PESQUISA OPERACIONAL: Problemas de otimização em engenharia e seu papel. Pesquisa operacional e suas
etapas. Funções objetivas e restrições. Classificação de modelos de programação matemática e sua transformação.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[24]
BS N° 5870
Pg. 45
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
Técnicas Matemáticas em Pesquisa Operacional. Introdução à Programação Linear. Método Simplex. Introdução à
Programação Não-Linear. Técnicas de otimização combinatorial. Simulações computacionais. Bibliografia
Básica: Lachtermacher, Gerson. Pesquisa Operacional na tomada de decisões. Pearson Prentice Hall, 2009.
Goldbarg, M. C.; Luna, Henrique Pacca l. Otimização combinatória e programação linear: modelos e algoritmos.
Rio de Janeiro: Campus, 2000. 1 v. Hillier, F. e Lieberman G. Introduction to Operations Research, McGraw-Hill
Science/Engineering/Math; 9 edition, 2009. Bibliografia Complementar: Andrade, Edgard ; Furst, Patricia;
Rodrigues, Paulo C. Parga . Elementos de programação linear. Rio de Janeiro: Editora Universidade Rural, 1998.
168 p. Bazaraa, M. S. ; Jarvis , J. J.; Sherall, M. D. Linear programming and network flows. 2nd ed. New York:
Wiley, 1990. 1v. Fang, S.; uthenpura Sarat (1993). Linear optimization and extensions: theory and algorithms. At
& T.New Jersey Prentice Hall, 1993.1 v. Winston, Wayne L. Operations research: applications and algorithms.
3rd. ed.. Belmont [Estados Unidos] Duxbury Press, c1994. 1318 [54] Venkatataman, P. Applied Optmization
with MATLAB Programming, John Wiley, 2002.
- PLANEJAMENTO DE SISTEMAS ELÉTRICOS: Análise e previsão de crescimento de carga. Análise do
sistema elétrico brasileiro. Metodologia do planejamento da expansão. Critérios básicos de planejamento.
Bibliografia Básica: Monticelli, A.J., Garcia, A.V., “Introdução a sistemas de energia elétrica”, 1ª Ed., E-ditora
da Unicamp, 2004. Bagattoli, S. G., “Gestão Estratégica de Energia Elétrica – Mercado de Energia Elétrica,
Fornecimento, Contratação e Faturamento, Soluções de Gestão”. Edifurb – Editora da FURB, Blumenau, 2012.
Kundur, P., “Power system stability and control”, 1ª Ed., Editora McGraw-Hill Inc, 1994. Miller, R.H.,
Malinowski, J.H., “Power system operation”, 3ª Ed., Editora McGraw-Hill, 1994. Bibliografia Complementar:
Chateau, B. e Lapillonne, B. Energy Demand: Facts and Trends, Spring-Verlag, 1982. Munasinghe, M. e
Schramm, G. Energy Economics, Demand Management and Conservation Policy, Van Nostrand, 1983. Banks. F.
E. Energy Economics: a modern introduction. Kluwer Academic Publish-ers. 2000. Chandler, W. Energy and
Environmental Policies in the Transition Economies. Westview Press, 2000.
- PRINCÍPIOS DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL: Conceitos de automação. Controlador Lógico Programável
(CLP). Lógica e linguagens de programação de CLPs. Programação LADDER. Sistemas Sequenciais. Entradas e
saídas analógicas. Controle contínuo. Interface Homem-Máquina. Noções de sistemas supervisórios e de redes
locais. Laboratório. Bibliografia Básica: NATALE, Ferdinando. Automação Industrial - Série Brasileira de
Tecnologia. 10. ed. revisada. São Paulo: Érica, 2008. ISBN: 85-7194-707-8. Classificação: 629.895 N271a.5.
GEORGINI, Marcelo. Automação aplicada: descrição e implementação de sistemas seqüenciais com PLCs. 9. ed.
São Paulo: Érica, 2007. ISBN: 85-7194-724-5. Classificação: 629.89 G352a.8. SILVEIRA, Paulo R. da;
SANTOS, Winderson E. dos. Automação e Controle Discreto. 9. ed. (5. reimpressão) São Paulo: Érica, 2009. 234
p. ISBN: 85-7194-591-3. Bibliografia Complementar: MORAES, Cícero Couto de; CASTRUCCI, Plínio de
Lauro. Engenharia de automação industrial. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC - Grupo GEN, 2007. ISBN: 85-216-15323. Classificação: 629.895 M827e. FRANCHI, Claiton Moro; CAMARGO, Valter Luis Arlindo de. Controladores
lógicos programáveis - sistemas discretos. 2. ed. São Paulo: Érica, 2009. ISBN: 85-365-0199-4. PRUDENTE,
Francesco. Automação Industrial - Plc - Programação e Instalação. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC - Grupo GEN, 2010.
ISBN: 85-216-1703-7. AGUIRRE, Luis A. (Editor). Enciclopédia de Automática - Vol. 1 Controle e Automação.
São Paulo: Blücher, 2007. ISBN: 85-212-0408-4. GROOVER, Mikell P. Automação industrial e sistemas de
manufatura. 3. ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2011. ISBN 85-760-5871-7.
- PRINCÍPIOS DE COMUNICAÇÃO: Análise de sinais no domínio do tempo e no domínio da frequência. Ondas
de rádio. Transmissão de sinais através de sistemas lineares. Modulação e demodulação. Sistemas de TV (PAL-M
e NTSC). Serviços de radiodifusão. Comunicação via satélite. Planejamento, cálculo e projeto de radio enlaces.
Projetos de radiodifusão. Bibliografia Básica: Siemens. “Planejamento e cálculo de Radio enlace”, Helmuth
Brodhage (Siemens) Editora Pedagógica e Universitária. Lathi, B. “P”. “Sistemas de Comunicação”. Editora
Guanabara Dois. Picquenard, ArmeI. “Telecomunicações Avançadas”. Editora Companhia Editora Nacional.
Bibliografia Complementar: Silva, Gilberto. “Telecomunicações - Sistemas de Radio visibilidade”, Barradas
(EMBRATEL).Picquenard, ArmeI. “Complementos de Telecomunicação” ArmeI Picquenard. Ed.Companhia Ed.
Nacional!/Ed. da USP. Alves, Luis. Comunicação de dados. 2a ed. São Paulo: Makron Books, 1994.
- PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA: Probabilidade. Variáveis aleatórias. Modelos de distribuição. Noções de
amostragem e estimação. Estatística descritiva. Intervalos de confiança. Testes de hipótese em uma e duas
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[25]
BS N° 5870
Pg. 46
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
amostras. Análise de variância. Regressão linear simples. Correlação. Bibliografia Básica: MORETTIN, Pedro
Alberto; BUSSAB, Wilton de Oliveira. Estatística básica. 8. ed. São Paulo: Saraiva, 2013. MONTGOMERY,
Douglas C.; RUNGER, George C. Estatística aplicada e probabilidade para engenheiros. 5. ed. Rio de Janeiro:
LTC, 2012-2013. WALPOLE, Ronald E. Probabilidade & estatística para engenharia e ciências. 8. ed. Sao Paulo:
Pearson Prentice Hall, 2009-2013. Bibliografia Complementar: R Development Core Team (2012). R: A
language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria.
Disponível em http://www.Rproject. org/. HOEL, P. G. Estatística Elementar. Editora Atlas, São Paulo, 1981.
MAGALHAES, Marcos Nascimento; LIMA, Antônio Carlos Pedroso de. Noções de probabilidade e estatística. 7.
ed. São Paulo: EDUSP, 2010-2013. HINES, William W. et al. Probabilidade e estatística na engenharia. 4. ed. Rio
de Janeiro: LTC, 2013. DEVORE, Jay L. Probabilidade e estatística: para engenharia e ciências. São Paulo:
Cengage Learning, 2013.
- PROCESSAMENTO DIGITAL DE SINAIS I: Representação e operações básicas com sinais
discretos.Transformada de Fourier e o Teorema da Amostragem. Transformada de Fourier dos sinais discretos.
Transformada Z , propriedades. Bibliografia Básica: Hayes, M. H. “Processamento Digital de Sinais”. Artmed,
2006. Oppenheim, A. V. & Schafer, R. W. “Discrete-Time Signal Processing”. Prentice Hall, 1989. Silva, E. A B.
da; Lima Neto, S. e Diniz, P. S. R. “Processamento Digital de Sinais”. Bookman, 2004. Bibliografia
Complementar: Roakis, J. G. & Manolakis, D. G. “Digital Signal Processing - Principles, Algorithms, and
Application”, Prentice Hall, 1996. Chassaing, R. “Digital Signal Processing with C and the TMS320C30”. John
Wiley, 1992. Mitra, S. K. “Digital Signal Processing: A Computer Based Approach”. 3a Ed. MacGraw-Hill, 2006.
Mitra, S. K. “Digital Signal Processing Laboratory Using Matlab”. McGraw-Hill, 1999. Gonzalez, Rafael C. e
Woods, Richard E..“Digital Image Processing”.Prentice Hall, 3ª Ed., 2008.
- PROCESSAMENTO DIGITAL DE SINAIS II: Estruturas para implementar sistemas de tempo discreto. Projeto
de filtros digitais. Introdução àTransformada Wavelet. A Transformada Rápida de Fourier (TRF). Bibliografia
Básica: Oppenheim, A. V. & Schafer, R. W. “Discrete-Time Signal Processing”. Prentice Hall. Hayes, M. H.
“Processamento Digital de Sinais”. Artmed, 2006. Silva, E. A B. da; Lima Neto, S. e Diniz, P. S. R.
“Processamento Digital de Sinais”. Bookman, 2004. Bibliografia Complementar: Roakis, J. G. & Manolakis, D.
G. “Digital Signal Processing - Principles, Algorithms, and Application”, Prentice Hall, 1996. Mitra, S. K..“Digital
Signal Processing Laboratory Using Matlab”.McGraw-Hill, 1999. Gonzalez, Rafael C. e Woods, Richard
E..“Digital Image Processing”.Prentice Hall, 3ª Ed., 2008. Hayes, M. H. “Processamento Digital de Sinais”.
Artmed, 2006.
- PROJETO INTEGRADOR: Desenvolvimento de atividades em laboratório como forma de síntese e integração de
conhecimentos, a ser realizado de acordo com a área de: Sistemas Elétricos de Potência ou Instalações Elétricas ou
Conversão de Energia, devidamente aprovada pelo Colegiado do Curso. Bibliografia Básica e Complementar: Devido
a característica multidisciplinar nas possíveis áreas específicas, a bibliografia no plano de ensino, deverá ser aprovada
pelo Colegiado de Curso.
- PROJETOS DE CIRCUITOS DIGITAIS: Metodologia de projeto de circuitos digitais. Hardware software codesign. Dispositivos Lógicos Programáveis. Circuitos de Lógica Programável. Especificação e programação de
FPGA. Projetos, realização e testes de circuitos digitais. Bibliografia Básica: Ronald J. Tocci, Neal S. Widmer and
Gregory L. Moss. “Sistemas Digitais Princípios e aplicações”. 10ª. Ed. Prentice Hall. Costa, Cesar da. “Projetos de
circuitos digitais com FPGA”. Ed. Érica. 2009. Taub, Herbert. “Circuitos digitais e microprocessadores”. São
Paulo. Ed. McGraw-Breeding. Bibliografia Complementar: Victor P. Nelson, H. Troy Nagle, Bill D. Carroll and J.
Davis Irwin. “Digital Logic Circuits Analysis & Design”.Prentice Hall. Hill, Fredrick J., Peterson, Gerald R.,
“Introduction
to
switching
theory
and
logical
design”.
John
Wiley
and
sons.1981.
http://esd.cs.ucr.edu/labs/tutorial/. Kenneth J. “Digital design Fundamentals”. 2nd. Ed. Englewood Cliffs: s. n,
1992. Breeding, Kenneth J. Digital design fundamentals. 2nd. ed. Englewood Cliffs: s.n1992. 621.3811 B832d2
Nelson, Victor P., Nagle, H. Troy, Carrol, Bill D., Irwin, J. David. Digital Circuit Analysis and Design. Prentice
Hall, 2000 .
- PROJETOS DE CIRCUITOS INTEGRADOS: Características dos dispositivos disponíveis na tecnologia Bipolar
e CMOS standard. Células básicas de circuitos. Espelhos de corrente. Circuitos translineares. Referências de
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[26]
BS N° 5870
Pg. 47
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
tensão. Etapas de fabricação da tecnologia Bipolar e CMOS standard. Modelos e regras de projeto. Ferramentas
computacionais dedicadas ao projeto de CIs (simulação e "layout"). Exercícios de simulação e dimensionamento,
seguindo uma metodologia pré-estabelecida, de circuitos integrados. Projeto completo de um circuito integrado da
especificação até a geração de máscaras. Bibliografia Básica: Sarrafzadeh, M. and WONG, C. K. – “An
Introduction to VLSI Physical Design”, Mcgraw-Hill, USA, 1996. Gray, P.R. and MEYER, R.G. – “Analysis e
Design of Analog Integrated Circuits”, Wiley, New York, 1984. Soclof, Sidney – “Design and Applications of
Analog Integrad Circuits”, Prentice Hall, USA, 1991. Borges, José Antônio e chmitz, Eber A. – “Projeto de
Circuitos Integrados”, Livros Técnicos e Científicos Editora, Rio de Janeiro, 1990. Bibliografia Complementar:
Boylestad, Robert L. e Nashelsky Louis. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos, Prentice-Hall do Brasil,
2004 8a Ed. Boylestad, Robert L., Introdução à Análise de Circuitos, Prentice-Hall do Brasil, 1998 10a Ed.
Martins, Jorge Alberto, Física e modelos de componentes bipolares, Editora da Unicamp. Millman, J. Halkias,
Christos C. Eletrônica, 2ª ed. Vols. 1 e 2, MacGraw Hill S. Paulo 1981. Gregorian, R. e Temes, G.C. – “Analog
MOS Integrated Circuits for Signal Processing”, Wiley, New York, 1986.
- PROJETOS DE DISPOSITIVOS ELETROMAGNÉTICOS: Projeto de transformadores de baixa tensão. Projeto
de transformadores de alta tensão. Projeto de autotransformadores. Projeto de eletroímãs. Bibliografia Básica:
Bastos, J.P. A. Eletromagnetismo e Cálculo de Campos, 2ª Ed. Editora da UFSC, 1992, Florianópolis. Hayt,
W.H.J., Eletromagnetismo, 3ª ed. Rio de Janeiro, Livros Técnicos e Científicos, 1989-1993. Quevedo, C. P.
Eletromagnetismo, Ed. Loyola. Bibliografia Complementar: Kraus, J. D. e Carver, K.R., Eletromagnetismo, Rio
de Janeiro, Editora Guanabara Dois, 1978. Oliveira, J.C. J.R. Cogo, “Transformadores: teoria e ensaios”, São
Paulo: Edgar Blucher, 1984. Kosow, I., “Máquinas elétricas e transformadores”, São Paulo: Globo, 2005.
- PROJETOS DE MICROPROCESSADORES: Projetos de circuitos digitais. Configuração de teclado. Rotina
para acesso ao display. Projetos de hardware. Introdução a Linguagem Assembler. Introdução a Linguagem C.
Projetos de software. Introdução ao Processamento Digital de Sinais. Bibliografia Básica: Tocci, Ronald J.,
Sistemas Digitais. São Paulo SP Prentice Hall .8ª. Ed. 2006. Silva Jr., Vidal Pereira, Aplicações práticas do
microcontrolador 8051. Ed. Érica. 8ª. Ed. 2009. Nicolosi, Denys E. C., Microcontrolador 8051 Detalhado. Ed.
Érica. 8ª. Ed. 2009. Bibliografia complementar: Taub, Herbert. Circuitos digitais e microprocessadores. São
Paulo. Ed. McGraw-Hill Brasil, 1984. 621.38153 . Hill, Frederick J., Introduction to switching theory and logical
design. 3ª. Ed. New York: Wiley, 1981. 621.381537 H645i.3 Langdon, Glen George, Projetos de computadores
digitais. Campinas SP.CARTGRAF, 1985. 621.381958 L273p. Nelson, Victor P., Nagle, H. Troy, Carrol, Bill D.,
Irwin, J. David. Digital Circuit Analysis and Design. Prentice Hall, 2000 . Breeding, Kenneth J. Digital design
fundamentals. 2nd. ed. Englewood Cliffs: s.n1992. 621.3811 B832d2.
- PROTEÇÃO DE SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA: Arranjos de Subestações em alta tensão.
Disjuntores de alta tensão. Chaves seccionadoras. Pára-raios. Banco de Capacitores. Reatores. Transfomador de
Corrente e Potencial. Relés digitais e eletromecânicos. Proteção de sobrecorrente. Proteção direcional. Proteção de
distância. Proteção diferencial. Proteção de sub e sobretensão. Proteção de geradores. Proteção de
transformadores. Proteção de barras. Proteção de capacitores e reatores. Proteção de linhas de transmissão.
Proteção dos alimentadores. Bibliografia Básica: Glover, J.D.; Sarma, M.S., Power System Analysis and Design,
Thomson, 2002, 3ªEdição. Kindermann, G., “Proteção de sistemas elétricos de potência”, Florianópolis: UFSC,
1999. Kindermann, G., “Curto-circuito”, 2ª Ed., Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1997. Caminha, A.C., “Introdução
à proteção dos sistemas elétricos”, São Paulo: Edgard Blucher, 1977. Mamede Filho, J. Mamede, D. R., Proteção
de Sistemas Elétricos de Potência, LTC, 2001. Bibliografia Complementar: Colombo, R. Disjuntores de Alta
Tensão, 1a. Edição, 1986, Nobel. D'ajuz, A, et al, Equipamentos Elétricos- Especificação e Aplicação em
Subestações de Alta Tensão, FURNAS, 1985. Anderson, P.A., Power System Protection, John Wiley & Sons,
IEEE Press, 1999. Monticelli, A. G., “Introdução a sistemas de energia elétrica”, 1ª Ed., São Paulo: Unicamp,
2004. Barioni, C.C., H. P. Schmidt, N. Kagan, E. J. Robba, “Introdução a sistemas elétricos de potência”, 2ª Ed.,
São Paulo: Edgard Blucher, 2000. Hedman, D.E., “Análise de circuitos de sistemas de potência”, 2ª Ed., Santa
Maria: UFSM, 1978. Bergen, A.R., “Power systems analysis”, 2ª Ed., Editora Prentice Hall, 2000. Elgerd, O.I.,
“Electric energy systems theory: an introduction”, 2ª Ed., McGraw-Hill Publishing Company, 1982.
- QUALIDADE DE ENERGIA ELÉTRICA: Cargas não lineares. Harmônicos de corrente e tensão. Influência da
correção do fator de potência. Estudo de penetração de harmônicos. Projeto de filtros. Afundamento (sag) e
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[27]
BS N° 5870
Pg. 48
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
elevação de tensão (swell). Flicker. Instrumentos de monitoração e registro da qualidade de energia. Legislação
referente a harmônicos e desequilíbrios. Bibliografia Básica: Aldabó, Ricardo. Qualidade na Energia Elétrica.
São Paulo: Artliber, 2001. Dias, Guilherme A.D. Harmônicas em Sistemas Industriais. 2. ed. Porto Alegre:
EDIPUCRS, 2002. Dugan, R. C., Santoso, S., Mcgranaghan, M. F., H. W. Beaty, Electrical Power Sys-tems
Quality, 2ª Edição, McGraw-Hill, 2003. Bibliografia Complementar: IEEE Recommended Practice for
Monitoring Electric Power Quality, Inst. of Elect. & Electronic, ISBN: 1559375493, 1995. Agência Nacional de
Energia Elétrica - ANEEL - http://www.aneel.gov.br. Operador Nacional do Sistema Elétrico http://www.ons.org.br. Mohan, N., Underland, T. M., Robbins, W. P., Power Electronics: Converters Applications and Design. New York, Editora John Wiley & Sons, 2a Edition, 1995. Bollen, M. H. J., Understanding
Power Quality Problems: Voltage Sags and Inter-ruptions, Wiley-IEE Press, 1999.
- QUÍMICA GERAL: Conceitos fundamentais da química. Estrutura atômica. Tabela Periódica. Ligações Químicas.
Eletrólise. Forças Intermoleculares. Soluções-unidades de concentração. Estequiometria. Cinética Química.
Equilíbrio Químico. Noções de Higiene e Segurança no Laboratório. Tratamento de Resíduos. Equipamentos básicos
de laboratório. Elaboração de relatórios técnicos. Tratamento de dados experimentais. Operações básicas de
laboratório. Bibliografia Básica:. RUSSELL, John Blair. Química geral, volume 1. 2. ed. São Paulo: Makron
Books, 1994-2012. ATKINS, P. W.; JONES, Loretta. Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio
ambiente. 5. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2013. KOTZ, John C.; TREICHEL, Paul. Química & reações químicas:
volume 1. 4. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed., c2002. Bibliografia Complementar:.FARIAS, Robson Fernandes de.
Práticas de química inorgânica. 3. ed. rev. Campinas, SP: Átomo, 2010. SHRIVER, D. F; ATKINS, P. W. Química
inorgânica. 4. ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2008. LEE, J. D. Química inorgânica não tão concisa. São Paulo: E.
Blücher, 2004-2013. HEIN, Morris; ARENA, Susan. Fundamentos de química geral. 9. ed. Rio de Janeiro: LTC Ed.,
c1998. BELTRAN, Nelson Orlando; CISCATO, Carlos Alberto. Química. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1991-1995.
- SEGURANÇA DO TRABALHO: Introdução à segurança, higiene e medicina do trabalho. Legislação e normas
de segurança do trabalho. Órgãos relacionados à segurança do trabalho. Equipamentos de proteção coletiva e
individual. Sistemas preventivos e de combate a incêndio. Reconhecimento, avaliação e controle dos riscos de
ambiente (insalubridade, periculosidade). Introdução a Ergonomia. Bibliografia Básica: CARDELLA, Benedito.
Segurança no trabalho e prevenção de acidentes: uma abordagem holística : segurança integrada à missão
organizacional com produtividade, qualidade, preservação ambiental e desenvolvimento de pessoas. São Paulo:
Atlas, 2013. SZABÓ JÚNIOR, Adalberto Mohai. Manual de segurança, higiene e medicina do trabalho. 5. ed.
atual. São Paulo: Rideel, 2013. DE CICCO, Francesco M. G. A. F. Custo de acidentes. São Paulo: Fundacentro,
1983. COUTO, HUDSON DE ARAUJO. Ergonomia aplicada ao trabalho: o manual técnico da maquina humana,
volume I. Belo Horizonte: Ergo Editora, 1995. 353 p. COUTO, HUDSON DE ARAUJO. Ergonomia aplicada ao
trabalho: o manual técnico da máquina humana, volume II. Belo Horizonte: Ergo Editora, 1996. 383
p. Bibliografia Complementar: GARCIA, Gustavo Filipe Barbosa. Meio ambiente do trabalho: direito,
segurança e medicina do trabalho. 3. ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Método, 2011. MTE. Ministério do
Trabalho e do Emprego. Normas Regulamentadoras. Disponível em http://portal.mte.gov.br/legislacao/normasregulamentadoras-1.htm. GOMES, Olavo José Anchieschi. Segurança total. Sao Paulo: Makron Books, c2000.
STELLMAN, Jeanne M; DAUM, Susan M. Trabalho e saúde na indústria: riscos físicos e químicos e prevenção
de acidentes. São Paulo: EDUSP, 1975. HIRATA, Mário Hiroyuki; MANCINI FILHO, Jorge. Manual de
biossegurança. Barueri, SP: Manole, 2008. KROEMER, K. H. E., GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia:
adaptando o trabalho ao homem. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2008. 327 p. ISBN 978-85-363-0437-3.
- SISTEMAS DE CONTROLE: Análise pelo método do lugar das raízes. Projeto de sistemas de controle pelo
método do lugar das raízes. Análise no domínio de frequência. Projeto de sistemas de controle no domínio de
frequência. Controle PID. Laboratório. Bibliografia Básica: Nise, Norman S., Engenharia de Sistemas de
Controle, 5ª Ed., LTC, 2009, (ISBN: 852-161-7046, 978-85-216-170-40). Katsuhiro, Ogata, Engenharia de
Controle Moderno, 5ª Ed., Pearson Prentice Hall, 2011 (ISBN: 857-605-8103, 978-85-760-581-06). Dorf, R. C.;
Bishop, R. H., Sistemas de Controle Modernos, 11ª Ed., LTC, 2009 (ISBN: 852-161-7143, 978-85-216-171-43).
Bibliografia Complementar: Kuo, B. C., Automatic Control System, 9ª Ed. Ilustrada, Wiley, 2003 (ISBN: 047004-8964, 978-04-700-489-62). Katsuhiro, Ogata, Solução de Problemas de Engenharia de Controle com
MATLAB, Prentice Hall, 1997 (ISBN: 857-054-0639, 978-85-705-406-38). Lopes, R. A., Sistemas de redes para
controle e automação, Ed. Book Express, 2000.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[28]
BS N° 5870
Pg. 49
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- SISTEMAS DE ENERGIA ININTERRUPTA: Importância dos sistemas ininterruptos de energia: origem,
aprimorações e estado atual. Modelos de UPS: Off Line, On Line, Line Interactive. Paralelismo entre UPS’s:
Master Slave, Compartilhamento de Corrente, Anel Circular. UPS’s com correção ativa de fator de potência.
UPS’s como supressores de distúrbios de redes elétricas. Bibliografia Básica: Nogueira, L.A.H. “Biodigestão, a
alternativa energética”, Editora Nobel, p.1-93. São Paulo, 1986. – Kassakian, J. G., Schlecht, M. F e Verghese, G.
C., Principles of Power Electronics, Addison – Wesley Publishing Co., 1991. - Réglages, É., Hansruedi, B.,
Volume 2, Traitement dans L'Espace d'État, Presses Polytechniques Romandes, 1983. Bibliografia
Complementar: Mohan, N. at all: "Power Electronics: Converters, Applications and Design", John Wiley &
Sons, 1995. Pomilio, J. A.: "Eletrônica de Potência". Publicação FEE 01/98. Ferraz, J. M. G.; Mariel, I. E. Biogás
uma fonte alternativa de energia. Sete Lagoas: EMBRAPA-CNPMS,1980. 27p. (EMBRAPA-CNPMS. Circular
Técnica, 3).
- TELEFONIA: Histórico das telecomunicações. Aparelhos telefônicos. Rede externa. Sistemas e equipamentos de
transmissão aplicados à telefonia. Comutação. Tráfego telefônico. Planejamento de sistemas telefônicos. Planos
estruturais do sistema nacional de telecomunicações. Telefonia celular. Utilização de fibra ótica. Outros serviços de
telecomunicações. Bibliografia Básica: Alencar, M.S.; Rocha JR, V. C.; Communication Systems; John Willey; 2005.
Alencar, M. S. Sistemas de Comunicações; Érica, São Paulo. Alencar, M. S. Telefonia Celular Digital; Érica; São Paulo.
Alencar, M. S. Telefonia Digital; Érica; São Paulo. Bibliografia Complementar: Barradas; Ferreira; Telecomunicações
– Sistemas de Energia; Ed. EBT – Livro Técnico e Científico – Editora; Brasil. Barradas; Gilberto; Telecomunicações –
Sistemas Radiovizibilidade - 2ª edição; Ed.EBT – Livro Técnico e Científico – Editora; Brasil. Barradas; Pires;
Telecomunicações – Sistemas Multiplex; Ed.EBT – Livro Técnico e Científico – Editora; Brasil. Barradas; Ribeiro;
Telecomunicações – Sistemas Análogo-Digitais; Ed. Livro Técnico e Científico Editora / EBT; Brasil.
- TERMODINÂMICA: Conceitos Fundamentais: Princípio Zero da Termodinâmica; Gases ideais; Gases Reais;
Relações entre Grandezas Termodinâmicas; Caracterização do Equilíbrio: Regra das Fases; Primeiro princípio da
Termodinâmica; Trabalho; Calor; Entalpia; Entropia; Segundo Princípio da Termodinâmica; Equação de variação
de entropia. Bibliografia Básica: Física, D. Halliday, R. Resnick e K. S. Krane , Livros Técnicos e Cientifico S.A
Fundamentos de Física , D. Halliday, R. Resnick e J. Walker, Livros Técnicos e Cientifico S.A. Física, P. Tipler,
Ed. Guanabara. Bibliografia Complementar: KAYS, W. M. Convective heat and mass transfer. New Delhi: Tata
McGraw-Hill, 1979. 387 p. Classificação: 621.4022 K23c Ac.19142. KERN, Donald Q. Processos de transmissão
de calor. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1980. 671 p. Classificação: 621.4022 K39p Ac.19143 KERN, Donald
Q. Process heat transfer. Singapore: McGraw-Hill, [1965]. 871 p. (Chemical engineering series ) ISBN 0-07085353-3 Classificação: 621.4022 K39po Ac.19144. KERN, Donald Q. Procesos de transferência de calor.
México: Continental, 1986. 980 p. Classificação: 621.4022 K39pr Ac.19145.
- TOPOGRAFIA: Planimetria. Altimetria. Planialtimetria. Perfis de seção e curvas de nível. Movimentos de terra.
Conceitos básicos de aerofotogrametria e fotointerpretação. Sistemas de posicionamento por satélite. Desenho
topográfico. Bibliografia Básica: BORGES, A. C. Topografia: Aplicada à Engenharia Civil. Vol. 1 e 2. São
Paulo: Edgard Blüncher, 1992. ESPARTEL, L. Curso de Topografia. Porto Alegre, Editora Globo, 1969.
McCORMAC, J. Topografia; tradução Daniel Carneiro da Silva. Rio de Janeiro, Editora LTC, 5ª Edição, 2011.
Bibliografia Complementar: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). Execução de
Levantamento Topográfico: NBR 13133. Rio de Janeiro, 1994. 35 pg. BORGES, A. C. Exercícios de Topografia.
São Paulo: Edgard Blüncher, 1975. COMASTRI, J. A. Topografia: Planimetria. Universidade Federal de Viçosa.
2ª edição. Imprensa Universitária, UFV, 1999. COMASTRI, J. A; TULER, J. C. Topografia: Altimetria.
Universidade Federal de Viçosa. 2ª edição. Imprensa Universitária, UFV, 1999. LOCH, C. Topografia
Contemporânea: Planimetria. Florianópolis, Editora da UFSC, 2000. GODOY, R. Topografia Básica. Piracicaba:
FEALQ, 1988.
- TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO: Desenvolvimento de trabalho de conclusão de curso, como forma de
síntese e integração de conhecimentos, a ser realizado de acordo com o regulamento específico aprovado pelo Colegiado
do Curso. Apresentação de qualificação na forma de monografia mediante apresentação oral junto a uma banca
examinadora. Bibliografia Básica e Complementar: Devido a característica multidisciplinar do TCC, é omitida a
bibliografia no plano de ensino, porém na Monografia apresentada pelo acadêmico, deverá constar a bibliografia
pertinente a área de estudo escolhida.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[29]
BS N° 5870
Pg. 50
Anexo da Resolução nº 352/2014 – Coeg
- TRANSFORMADORES: Princípios de funcionamento de transformadores monofásicos. Circuito Equivalente.
Modelagem, rendimento e regulação. Transformadores trifásicos: conexões (Delta, Estrela, Ziguezague).
Defasamento angular. Paralelismo de transformadores. Autotransformador. Laboratório. Bibliografia Básica:
Oliveira, J. C. de, Transformadores:Teoria e Ensaios – SP: Ed. Blücher Ltda, 2003. Del Toro, V., Fundamentos de
Máquinas Elétricas. LTC Editora – 1ª edição, 1994. Fitzgerald, A. E., Kingsley Jr., C., Kusko, A. Máquinas
Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill, 1975.Sen P. C., Principles of Electric Machines and Power Electronics 2a
edição John Wiley & Sons, 1997. Bibliografia Complementar: Kosow, I. L. Máquinas Elétricas
Transformadores. Rio de Janeiro: Globo, 5a edição, 1985. Falcone, A. G. Eletromecânica, volume 1 e 2, Ed.
Edgard Blucher Ltda, 1981, SP. Nasar, S. A. Máquinas Elétricas. São Paulo: Ed. McGraw-Hill (Schaum).
- TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: Transporte de energia. Características físicas das linhas de
transmissão. Teoria da transmissão da engenharia elétrica. Cálculo prático da LT’s. Operação das LT’s em regime
permanente. Operação, vantagens e desvantagens da transmissão em CC. Bibliografia Básica: Glover, J.D.; Sarma,
M.S., Power System Analysis and Design, Thomson, 2002, 3ªEdição. Fuchss, R. D. Transmissão de Energia Elétrica
Linhas Aéreas, Vols. 01 e 02, LTC, 1977. Labegalini, P. R.; Labegalini, J. A.; Fuchs, R. D, Projetos Mecânicos das
Linhas Aéreas de Transmissão, Ed. Edgard Blucher, 1992. Bibliografia Complementar: Weedy, B.M. , Electric Power
Systems, , John Wiley and Sons. Gonen, T., Electric Power Transmission System Engineering: Analysis and Design,
John Wiley and Sons, 1988. Saadat, H., Power System Analysis, McGraw-Hill, 2002.
- VETORES E GEOMETRIA ANALÍTICA: Vetores no plano e no espaço. Retas no plano e no espaço. Estudo do
plano. Ângulos, distâncias, áreas e volumes. Cônicas e Quádricas. Bibliografia Básica: CAMARGO, Ivan de;
BOULOS, Paulo. Geometria analítica: um tratamento vetorial. [3. ed. rev. e ampl.]. São Paulo: Prentice Hall,
2005-2012. STEINBRUCH, Alfredo; WINTERLE, Paulo. Geometria analítica. São Paulo: Pearson Makron
Books, 2006. KINDLE, Joseph H. Geometria analítica plana e no espaço: resumo da teoria, 345 problemas
resolvidos, 910 problemas propostos. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1976-1979. Bibliografia
Complementar: CARVALHO, Marcelo Henriques de. Vetores e Geometria analítica: disciplina. Campo Grande,
MS: Ed. UFMS, 2009. COSTA, Heloisa Laura Queiroz Goncalves da; MONGELLI, Magda Cristina Junqueira
Godinho. Geometria analítica plana: disciplina. Campo Grande, MS: Ed. UFMS, 2008. LIMA, Elon Lages.
Coordenadas no plano: geometria analítica, vetores de transformações geométricas. 2. ed. Rio de Janeiro:
Sociedade Brasileira de Matemática, 1992. LEHMANN, Charles H. Geometria analítica. 5. ed. Rio de Janeiro:
Globo, 1985. REIS, Genésio Lima dos; SILVA, Valdir Vilmar da. Geometria analítica. Rio de Janeiro: LTC, 1984.
5.6 POLÍTICA DE IMPLANTAÇÃO DO NOVO CURRÍCULO:
A nova estrutura curricular do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica da Faculdade de Engenharias,
Arquitetura e Urbanismo e Geografia, e ora aprovada entra em vigor na data de sua publicação, a partir de 2015
para todos os acadêmicos matriculados no curso.
Coordenadoria dos Órgãos Colegiados
Cidade Universitária, s/nº Caixa Postal 549 Fone: (067) 3345-7041
79070-900 Campo Grande-MS / http://www.ufms.br e-mail: [email protected]
11/09/2014
[30]
BS N° 5870
Pg. 51